Cresce demanda por alimentos biotecnológicos

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Leia os Termos de Uso e a Termos de Privacidade.


CI
ANÁLISE

Cresce demanda por alimentos biotecnológicos

Fast food é a principal aposta dessa nova cultura
Por: -Leonardo Gottems

A demanda por alimentos biotecnológicos com benefício a saúde está crescendo em todo mundo, segundo informações divulgadas pelo portal https://www.chilebio.cl. Nesse cenário, alimentos feitos com ingredientes derivados da biotecnologia estão chegando ao mercado americano com um novo lema que traz benefícios para a saúde das massas. 

Em 1 de abril, a cadeia de fast food Burger King juntou ao seu menu um hambúrguer feito através da biotecnologia, graças a levedura modificada por bioengenharia. E algumas semanas antes, a Calyxt comercializou um óleo livre de gordura trans obtido a partir de uma soja geneticamente modificada. 

Os movimentos mostram que os recém-chegados ao espaço dos alimentos biotecnológicos querem alinhar seus produtos com os valores dos consumidores, particularmente a saúde. "Eles estão muito mais envolvidos em conversas sociais do que temos visto historicamente", diz Charlie Arnot, CEO do Center for Food Integrity. E, na maior parte, os consumidores e a mídia responderam positivamente a essas pequenas empresas com grandes ideias, completa. 

Desde a década de 1990, a biotecnologia agrícola foi inicialmente dominada por grandes empresas multinacionais de sementes que usam a engenharia genética para desenvolver características das culturas principalmente para atender às necessidades da agricultura industrializada. Por exemplo, a característica biotecnológica mais comum, a tolerância aos herbicidas, permite aos agricultores pulverizar herbicidas diretamente em culturas como milho, soja, canola e algodão, eliminando ervas daninhas. 

Uma entidade na vanguarda dessa onda de empresas orientadas para o consumidor é a Impossible Foods. O primeiro produto da empresa, o Impossible Burger, consiste em grande parte de proteína de soja, mas parece, saboreia e até sangra como carne bovina. O principal ingrediente que dá ao hambúrguer o sabor único e consistência "sangrenta" da carne é o heme, uma molécula encontrada abundantemente nos músculos dos animais ligados à proteína mioglobina. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink