Cresce número de entidades cadastradas no Programa Troca-Troca de Sementes

Agronegócio

Cresce número de entidades cadastradas no Programa Troca-Troca de Sementes

Apesar desse aumento, a demanda por sementes se conservou
Por:
1395 acessos

Ao intensificar sua atuação junto a agricultura familiar o governo do Estado do Rio Grande do Sul consegue ampliar os resultados de seus principais programas, como o Troca-troca de Sementes. O levantamento da demanda, realizado pelo Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento de Pequenos Estabelecimentos Rurais (Feaper), mostra que o Programa para a Safrinha 2010/2011 teve a inclusão de mais 20% de entidades - prefeituras e sindicatos-, totalizando 185. Embora esse aumento, a demanda por sementes se conservou. Foram vendidas 40 mil sacas, mesmo montante da safrinha passada.

"Estamos fazendo o tema de casa", disse o coordenador do Fundo, Paulo Braccini, "houve incremento de entidades cadastradas, aumentando com isso a abrangência do Programa. Acreditamos que um maior número de pequenos agricultores está se beneficiando com o subsídio oferecido pelo Governo, isto é, via um número maior de entidades cadastradas, para maior número de pessoas é feita a distribuição das sementes de milho".

O período para efetuar os pedidos junto ao Feaper se encerrou em 30 de novembro. De acordo com Braccini, todos os prazos estabelecidos no cronograma do Troca-Troca estão cumpridos.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink