Crescem prejuízos da Syngenta


Agronegócio

Crescem prejuízos da Syngenta

Por:
2 acessos

A Syngenta, a maior fabricante mundial de produtos químicos agrícolas, registrou um grande prejuízo no segundo semestre devido aos gastos com o fechamento de instalações de pesquisa e fábricas. As ações da empresa caíram 7,9%. Os prejuízos líquidos foram de US$ 404 milhões, ou US$ 3,49 por ação, 17% a mais em comparação com uma perda de US$ 343 milhões, ou US$ 3,38, no mesmo período do ano anterior. A Bloomberg News calculou o prejuízo do segundo semestre comparando resultados já publicados do primeiro semestre com números relativos a todo o ano divulgados ontem. A Syngenta empreendeu uma reestruturação de suas operações pois foi constituída, no fim de 2000, pela fusão das operações de produtos químicos agrícolas da AstraZeneca e da Novartis. O prejuízo líquido da Syngenta se ampliou depois que a companhia, sediada em Basiléia, na Suíça, reestruturou sua divisão de sementes na Coréia, fechou fábricas e laboratórios e se defrontou com um aumento dos custos devido à valorização do franco suíço em relação ao euro.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink