Criadores de ovelhas discutem medidas para melhorar o setor

Agronegócio

Criadores de ovelhas discutem medidas para melhorar o setor

Durante o evento, os produtores discutiram alternativas para a comercialização de carne de ovelhas adultas e da lã
Por:
227 acessos

O vice-governador Orlando Pessuti participou, nesta quarta-feira (12), no auditório da Sociedade Rural no Parque de Exposições Lacerda Werneck, em Guarapuava/PR, do “Dia de Trabalho Pró-ovinocultura no Paraná”, promovido pela Associação Paranaense de Criadores de Ovinos (Ovinopar), e que contou com a presença de produtores, integrantes da câmara setorial e lideranças regionais do setor.

Durante o evento, os produtores discutiram alternativas para a comercialização de carne de ovelhas adultas e da lã. E, ao final, entregaram ao vice-governador um relatório com informações e os temas discutidos durante a programação, que sugerem, entre outros pontos, a criação de um plano de trabalho dos produtores em parceria com o governo do Estado.

Pessuti disse que já algum tempo ele e o governador Roberto Requião têm conversado com dirigentes do setor, na busca de medidas que venham a contribuir com o desenvolvimento da atividade agrícola. “Chegamos inclusive a criar um grupo de trabalho dentro da Secretaria da Agricultura para o desenvolvimento da ovinocultura e da caprinocultura no Paraná. E, hoje, ao receber este documento com as reivindicações do setor, tenho certeza de que estamos no caminho certo. Fico feliz em saber que os produtores estão organizando a produção e a comercialização para a conquista do mercado”, afirmou. Pessuti garantiu ainda que não faltarão recursos para a sanidade animal e a assistência técnica, principalmente para os pequenos agricultores familiares.

No documento entregue ao vice-governador, pelo presidente da Ovinopar, os produtores reivindicam a reativação da comercialização da lã, com o apoio da Claspar e Codapar; a liberação de recursos para a compra de animais adultos, cuja carne poderia ser utilizada na merenda escolar; e assistência técnica para os pequenos produtores.

Conrado Ernesto Rickli, presidente da Ovinopar, revelou que a medida mais urgente para o setor é o descarte dos animais adultos. Segundo ele, esses animais, que representam 10% da produção, são vendidos, na maioria das vezes, para intermediários, que além de não pagarem o preço ideal, promovem o abate ilegal, muitas vezes sem a mínima condição de higiene, e colocam o produto no mercado como se fosse carne de “borrego” – animal jovem. “Portanto, eles interferem três vezes na cadeia produtiva, trazendo enorme prejuízo aos produtores”, reforçou.

A programação teve início às 9 horas e durou o dia todo. “Foi um dia livre de ideias, onde todos puderam opinar sobre os diversos assuntos que envolvem o setor”, afirmou Rickli.

Expoguá – O evento é parte da programação da ExpoTop Paraná de Ovinos 2009, que acontece na XXXIV Expoguá, exposição feira promovida pelo Sociedade Rural Guarapuava, que teve início no dia 7 e termina neste domingo (16). A exposição, que deve receber mais de 100 mil visitantes, conta com ciclo de palestras, mostra e leilões de animais. A expectativa é de que a comercialização da feira chegue a R$ 1,4 milhão.

O público que passa pela Expogua tem a oportunidade de conhecer a Feira da Indústria, Comércio e Máquinas Agrícolas, parque de diversões, shows artísticos, rodeio e parte gastronômica na Praça de Alimentação.

Sobre a exposição feira, o vice-governador Pessuti disse que “este é um dos mais importantes eventos que temos na agropecuária do Paraná. Guarapuava sempre se destacou no setor agrícola. Este é um evento que retrata muito bem a questão da pecuária desta região e do Brasil, porque temos aqui produtores e empresas de vários estados brasileiros. É um evento que não pode deixar de ser prestigiado e valorizado por nós”, concluiu.

A solenidade contou com a presença do deputado estadual Artagão de Matos Leão, do prefeito Ribas Carli, do presidente da Sociedade Rural Guarapuava, Nelson Virmond, do presidente da Codapar, Nei Caldas, do chefe de gabinete do vice-governador, José Correa, e do chefe do núcleo da Secretaria da Agricultura, Licios Pilati.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink