Criadores de SP aproveitam o inverno para levar gado para o abate

Agronegócio

Criadores de SP aproveitam o inverno para levar gado para o abate

Os animais estão sendo vendidos com uma desvalorização de 8%
Por:
1272 acessos
Produtor, com animal pronto para o abate, prefere vender para o frigorífico. Os animais estão sendo vendidos com uma desvalorização de 8%

O preço do boi está em queda. Em São Paulo, os criadores aproveitam o frio para mandar os animais para o abate.

O pecuarista Célio Correia cria gado em Mato Grosso e no estado de São Paulo. Há cerca de um mês, ele vendeu a arroba do boi gordo por R$ 106. Mas agora a realidade é outra. Os animais que acabaram de ir para o abate estão sendo vendidos por um valor 8% menor.


Um dos motivos é a chegada do inverno. A pastagem perde qualidade no inverno. O produtor, que já está com o animal pronto para o abate, prefere vender para o frigorífico.

“A pastagem começa a ficar prejudicada. Ela tem uma curva de alimentação. Ela está no pico da curva. Ela começa a decrescer. A partir daí o gado não tira mais subsídios do capim para poder engordar. O animal começa a sentir. Aí, o pecuarista se obriga a entregar o produto, ou seja, o boi para que possa cumprir alguns compromissos. Ele não entregar tudo. Mas parte disso ele vai entregar imediatamente para poder evitar esse prejuízo maior”, explica Correia.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink