Criar búfalo custa menos e rende mais

Agronegócio

Criar búfalo custa menos e rende mais

Por:
2 acessos

Com um custo menor e rendimento superior, a criação de búfalos começa a ganhar espaço em Santa Catarina. O estado tem atualmente 60 mil cabeças – pouco em comparação ao rebanho nacional, de três milhões –, mas avança a uma média de 12% ao ano, de acordo com o diretor de marketing da Associação Catarinense de Criadores de Búfalos e diretor para a Região Sul da Associação Brasileira de Criadores de Búfalos, Arno Manoel Phillippi.

“O búfalo é um animal muito resistente, que permite uma economia de 90% com medicamentos em relação ao gado bovino”, afirma Phillippi. “Além disso, o rendimento é muito maior”. A fêmea do búfalo tem em média 20 filhotes durante a vida, enquanto a vaca dá à luz entre seis e oito bezerros, explica o diretor da Acribúfalo. Isso porque o ciclo reprodutivo da búfala se estende dos 2 aos 25 anos, enquanto o da vaca se encerra aos 15 anos. Outra diferença, as búfalas dão cria todos os anos, enquanto as vacas precisam de um ano de intervalo entre uma gestação e a seguinte.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink