Agronegócio

Crise no setor cafeeiro faz com que produtores peçam suspensão do pagamento de empréstimos por três meses

Por: -Mariana Branco
498 acessos
Brasília – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) pediu ao governo federal a suspensão da cobrança de parcelas de empréstimos feitos por cafeicultores com crédito rural por um período de três meses. Segundo a entidade, foram enviados ofícios na semana passada à Casa Civil e aos ministérios da Agricultura e Fazenda com a solicitação. No entanto, a informação foi divulgada somente nesta segunda-feira (3009) por meio de nota. O motivo alegado é a crise no setor cafeeiro.


A entidade informou que está levantando dados com bancos e cooperativas de crédito sobre o nível de endividamento dos cafeicultores, em parceria com o Conselho Nacional do Café (CNC). A intenção é posteriormente apresentar as informações ao governo. De acordo com a CNA, a perda de renda e as dívidas dos produtores de café estão em um patamar elevado, pois o valor adquirido com a venda das sacas não está cobrindo os custos de produção.


“A tendência de queda dos preços do grão persistiu nas últimas semanas, mesmo com a intervenção do governo no mercado interno, por meio dos leilões de contratos de opção de venda”, destaca comunicado da CNA. Nos três leilões feitos pelo governo, não houve interesse por 4.058 contratos, lotes que, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), voltarão a ser ofertados.


A Agência Brasil entrou em contato com a Casa Civil e os ministérios da Agricultura e da Fazenda para falar sobre a solicitação. Por meio da assessoria de comunicação, a Casa Civil disse ter reencaminhado o pedido à Fazenda, pois a competência para decidir sobre a suspensão da cobrança de dívidas dos cafeicultores é da pasta. O Ministério da Agricultura, também via assessoria, disse não ter recebido o documento até o momento. A assessoria de comunicação do Ministério da Fazenda informou que o órgão não comentará o assunto.


Edição: Fábio Massalli
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink