CRV Lagoa faz apresentação sobre o programa Gestor Leite/MG

Agronegócio

CRV Lagoa faz apresentação sobre o programa Gestor Leite/MG

Central mostrará aplicações práticas da avaliação genética na gestão e melhoramento de rebanhos leiteiros
Por: -Joana
1691 acessos
Central mostrará aplicações práticas da avaliação genética na gestão e melhoramento de rebanhos leiteiros


A CRV Lagoa promove com exclusividade para o público da Megaleite 2011, que acontece na área de palestras do Parque Fernando Costa, em Uberaba (MG), uma apresentação do Gestor Leite, programa de melhoramento genético da Central voltado às raças leiteiras. O evento acontecerá na próxima quinta-feira, 30 de junho, às 13h30, e o objetivo é demonstrar as aplicações práticas dos resultados de avaliação genética na gestão e melhoramento de rebanhos leiteiros.

O Gestor Leite foi estruturado no Brasil em 2008 pela CRV Lagoa, seguindo a linha de trabalho internacional realizada pela CRV. Em abril deste ano, foram disponibilizados os primeiros resultados das avaliações genéticas aos participantes do programa, envolvendo as raças: Holandês, Jersey, Pardo Suíço, Gir Leiteiro, Girolando, além de rebanhos bubalinos.

As avaliações genéticas em bovinos de leite abrem uma nova porta para a pecuária brasileira: os rebanhos participantes passam a ter informações relevantes para a condução de seus trabalhos no que tange aos aspectos de genética do rebanho.

Segundo Vladimir Walk, diretor-presidente da CRV Lagoa, ao conhecer o perfil genético dos animais e a evolução genética apresentada para características relacionadas à produção, funcionalidade e tipo, o produtor tem em mãos fortes subsídios para o estabelecimento de objetivos de seleção no rebanho. “Ele identificará quais características conseguirá obter avanços genéticos, além de prever quais pontos precisam de atenção e que podem ser melhorados”, acrescenta.

“Enfim, podemos dizer que o Brasil entra em uma nova era a partir dessa linha de trabalho em gado de leite. Essa abordagem está bem consolidada em bovinos de corte, mas em gado de leite é algo muito novo. Acreditamos que a seleção bem embasada tecnicamente tem muito a agregar, não só para os produtores, mas para associações, indústrias, cooperativas e outros segmentos da cadeia do leite, já que o produtor passa a possuir ferramentas que lhe permitam melhorar seu rebanho conforme as demandas de mercado”, conclui Walk.

As informações são da assessoria de imprensa da CRV Lagoa

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink