Soja

Cultura de soja em MS atinge quase 50% do plantio

Monitoramento revela que regiões mais adiantadas são Sul e Centro do Estado
Por:
646 acessos

O plantio de grãos de verão da safra 2017/18, que estava atrasado no Paraná até o final de setembro, recuperou a normalidade com o retorno das chuvas este mês. A Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento está prevendo uma colheita de 23,15 milhões de toneladas, volume 8% inferior ao colhido no ano passado.

A estimativa de safra é menor porque os cálculos consideram que os níveis de produtividade das principais lavouras só voltam à normalidade este ano. De acordo com o relatório divulgado pelo Departamento de Economia Rural (Deral), é difícil repetir o desempenho da safra passada, que registrou produtividades recordes diante de um quadro climático favorável que beneficiou as culturas em todo o País e nos demais países da América do Sul e do Norte. No Brasil foram colhidas mais de 240 milhões de toneladas, que também foi um recorde.

O plantio de lavouras de soja em Mato Grosso do Sul, referente ao ciclo 2017/2018 totalizou 43,3% da área semeada, segundo informações divulgadas nesta quinta-feira (26), pelo Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio (Siga MS).

As informações são possibilitadas pelo monitoramento realizado por técnicos da Associação de Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul (Aprosoja/MS) e o percentual divulgado refere-se a 3ª semana de outubro.

O monitoramento informou ainda que a região mais adiantada na fase de plantio é a sul com 55,2%da área finalizada. Na sequência, o centro do Estado soma 24% enquanto que o norte alcançou 22,5%. A estimativa de área plantada total, acompanhada pelo Siga MS, é de aproximadamente 1,095 milhões de hectares semeados até o momento no estado.

Municípios como Amambai, Aral Moreira, Mundo Novo e Sete Quedas encontram-se com mais de 80% da área semeada. Em relação à porcentagem de área plantada em MS na safra 2016/2017, o ciclo 2017/2018 encontra-se levemente tardio, apenas 2% para a data de 20 de outubro.

ESTIMATIVAS

Em comparação aos dados da safra anterior (2016/2017), estima-se até o momento aumento da área plantada de aproximadamente 1,81%, passando de 2,52 milhões de hectares para 2,58 milhões de hectares nesta safra.

Além disso, projeta-se redução de 2,0% em relação à produção do grão (de 8,359 milhões de toneladas na safra 2016/2017 para 8,532 milhões de toneladas na safra 2017/2018) e manutenção na produtividade, de 54 sc/ha.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink