Curso abre horizontes para jovens rurais
CI
Agronegócio

Curso abre horizontes para jovens rurais

A iniciativa da Ceplac visa garantir o protagonismo dos jovens, levando dignidade e preparando a sucessão no meio rural
Por:
A iniciativa da Ceplac visa garantir o protagonismo dos jovens, levando dignidade e preparando a sucessão no meio rural

O encerramento do Curso Jovem Empreendedor Rural, no assentamento PA Brasil, em Barro Preto, na Bahia, na semana passada, determinou mudanças de rumo na história dos 29 jovens que chegaram à etapa final. O curso foi oferecido pela Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).


Além de todo conhecimento que conseguiram acumular, muitos deles venceram o próprio preconceito e hoje sentem orgulho de sua origem rural. Mais que isso, o curso mostrou que eles podem ser protagonistas no meio em que vivem, com trabalho, renda e dignidade.

O programa incluiu aulas sobre associativismo e cooperativismo e informações para acesso ao crédito específico para jovens do meio rural. Tudo reforçado por testemunhos de quem já participou de outras edições e hoje atuam com destaque em associações e empreendimentos individuais.


Para falar sobre linhas de crédito para aquele público-alvo, além de representantes de instituições de crédito, dois representantes da Coordenação de Desenvolvimento Agrário, ligada à Secretaria Estadual da Agricultura (Seagri), proferiram palestras e explicaram os caminhos para acessar o crédito fundiário, nas linhas Combate à Pobreza Rural (CPR) e Consolidação da Agricultura Familiar (CAF), operadas pelo governo estadual.

Entre os integrantes que participaram de todas as atividades, Uanderson Souza, de 27 anos, se mostrou um dos mais aplicados. Ele representa o típico caso dos jovens rurais que um dia sentiram vergonha de sua origem, buscaram o meio urbano como opção de vida, em ao menos dois Estados – Espírito Santo e Rio de Janeiro. “Fui motorista, ajudante em várias áreas, mas nada deu certo. Até que meu pai me ofereceu um lote de terra e voltei. Hoje, estou feliz com minhas atividades, e ainda mais agora, com esse curso”, resumiu.


Uanderson conta que aprendeu a fazer adubagem, a preparar a terra para pastagem e ainda ganhou experiência sobre o cacau cabruca. “Muitos amigos meus não participaram do curso. O que aprendi aqui vou passar para eles, assim como para os meus companheiros do assentamento. Não adianta nada apenas eu saber, a minha comunidade precisa evoluir comigo”.

O encerramento foi feito pelo chefe do Centro de Extensão da Ceplac (Cenex), Sérgio Murilo, que fez a entrega dos certificados e direcionou mensagem de otimismo para os jovens. “Os resultados de todos esses cursos, em suas diversas edições, têm sido fantásticos. Temos exemplos de jovens que estão empreendendo como associados, outros de forma individual, mas todos com ótimas perspectivas”, observou. (Fonte: Ceplac)


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink