Curso de Manejo básico da Irrigação na Cafeicultura

Agronegócio

Curso de Manejo básico da Irrigação na Cafeicultura

Uma planta de café, por exemplo, necessita absorver cerca de 500 kg de água para produzir apenas 1 kg de massa seca de café
Por:
2689 acessos
A água é um dos recursos mais valiosos do planeta, sendo um dos principais insumos para o desenvolvimento das plantas. Sem água a planta não absorve adubos, não cresce e não produz adequadamente. Uma planta de café, por exemplo, necessita absorver cerca de 500 kg de água para produzir apenas 1 kg de massa seca de café!

Irrigação não é apenas a aplicação de água nas plantas. Se a quantidade de água for menor que a necessária, a planta terá seu desenvolvimento e produção comprometidos, enquanto que se a quantidade for acima da necessidade, haverá desperdício de água, adubos e energia, além de provocar a erosão dos solos. Em resumo: irrigação é uma técnica que se aplica o mínimo de água para o máximo desenvolvimento das plantas.

Neste ano de 2010, o município de Patrocínio enfrentou um longo período de seca aumentando muito a procura da técnica de irrigação por produtores da região. Sendo a produção de café a principal atividade do município, o UNICERP, através do curso de Agronomia, promove um curso sobre irrigação para a cultura do café.

Dados do curso:

Manejo básico da Irrigação na Cafeicultura
Público Alvo: alunos de agronomia, agrônomos, produtores rurais e todos profissionais ligados ao agronegócio do café.
Dias 7, 8, 9, 13, 15 e 17 de dezembro de 2010
Local: auditório do UNICERP
Horário: 8:00 as 10:30 hs (totalizando 18 hs)
Palestrante: Prof. Adalberto Vieira de Souza - Engenheiro Agrícola com mestrado em mecânica de fluidos. Trabalha com projetos de irrigação desde 1989.
Valor: R$ 25,00 para estudantes do UNICERP e R$ 30,00 para o público externo.
Será conferido certificado aos participantes.
Promoção: Curso de Agronomia do UNICERP
Inscrições: Setor de Protocolo UNICERP.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Manejo da cafeicultura irrigada na região do cerrado mineiro, com determinação de quando, como e quanto irrigar, visando produtividade e economia. Com uso de ferramentas de conhecimento, simples e funcionais.

Unidade I – Parâmetros de irrigação

1.1 – Irrigação total necessária - ITN
1.2 – Eficiência de Irrigação
1.3 – Retenção de água no solo
1.4 – Uniformidade de distribuição de água

Unidade II – Métodos de irrigação na cafeicultura

2.1 – Descrição dos sistemas pressurizados.
2.2 – Aspersão convencional (malhas e canhões)
2.3 – Aspersão não convencional (pivô e carretel enrolador)
2.4 – Irrigação localizada (gotejamento e microaspersão)
2.5 – Tripas

Unidade III – Manejo da irrigação na cafeicultura

3.1 – Balanço hídrico (com observação de stress ou não)
3.2 – Manejo em tempo fixo
3.2 – Manejo em tempo variável
3.2 – Umidade de água no solo: método padrão de estufa e EDABO
3.2 – Umidade do solo: método do tensiômetro

Unidade IV – Fertirrigação

4.1 – Tanque pressurizado
4.2 – Bombas injetoras centrífugas
4.3 – Injetor tipo Venturi com bomba booster
 
As informações são da assessoria de imprensa da Acarpa.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink