Defensivos de piretroides eliminam inimigos naturais da Helicoverpa armigera

Agronegócio

Defensivos de piretroides eliminam inimigos naturais da Helicoverpa armigera

Alerta é do engenheiro agrônomo Ricardo Heinz, do Paraná
Por: -Leonardo Gottems
9783 acessos
Alguns defensivos utilizados no combate à Helicoverpa armigera mais prejudicam do que auxiliam, pois afastam os predadores naturais dessa lagarta. É o que aponta o engenheiro agrônomo Ricardo Heinz, ouvido pela Rádio Grande Lago AM – 580, de Santa Helena (PR).

 
“O produtor precisa ter a consciência de que o uso de substâncias pesadas, à base de piretroides, precisa ser eliminado. Isso porque essas aplicações afetam não só as lagartas, mas todo o complexo de organismos que estão vivos nessa área, ou seja, acaba eliminando os inimigos naturais”, explica o especialista.

 
“Eu presenciei (em pesquisa) vários inimigos naturais que ajudam a combater essas lagartas. Vi algumas delas infectadas por esses predarores que estavam sendo eliminadas exatamente por essa ação desses ‘inimigos’ que estão presentes nas lavouras e favorecem o produtor”, conclui Heinz.

 
Um piretroide é um composto químico sintético similar às substâncias naturais piretrinas produzidas pelas flores do "filo" Pyrethrum (Chrysanthemum cinerariaefolium e C. coccineum). São comuns em produtos como inseticidas domésticos e repelentes, sendo venenos axônicos que trabalham por manter os canais de sódio abertos nas membranas neurais dos insetos.

 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink