Dekalb leva produtores para conhecer novidades nos EUA
CI
Agronegócio

Dekalb leva produtores para conhecer novidades nos EUA

Campeões de Produtividade poderão verificar o que vem sendo cultivado pelos produtores americanos
Por: -Janice

Agricultores terão a oportunidade de verificar, durante toda a semana, em laboratórios e no campo, o que vem sendo cultivado, com sucesso, pelos produtores americanos e que num futuro próximo devem ocupar as lavouras brasileiras

Adilson Rubilar de Valle, Ademar Tacca, Fidêncio Fábio Fabris e Renato Zaika Jr., ganhadores da edição 2010 do Concurso de Produtividade Dekalb com o híbrido DKB 240 YG, que traz a tecnologia Yieldgard, desembarcaram no último domingo (29-08) em St.Louis, no Missouri (EUA), para conhecer as novas tecnologias que a principal marca do país está desenvolvendo para os agricultores americanos, mas que, em breve, também deverão estar à disposição dos produtores brasileiros.

De St. Louis, grande centro acadêmico e empresarial, eles seguem para Chesterfield, Peoria, Monmouth (Illinois), Ankeny (Iowa), Des Moines, Boone, Bettendorf, Davenport, Dekalb e Chicago (Illinois). O roteiro inclui visitas a centros de pesquisas e de desenvolvimento de sementes, fazendas e cooperativas. “O objetivo do programa de visitas é compartilhar informações sobre as mais avançadas tecnologias, no que diz respeito aos aspectos técnicos da biotecnologia, mostrar o que vem sendo feito para se melhorar os resultados e métodos de cultivo e colheita e conhecer a experiência dos agricultores americanos”, explica André Buran, gerente de Marketing Dekalb.

Colheitas vencedoras

O gaúcho Adilson Rubilar de Valle, da Fazenda Granja de Valle, em Quatro Irmãos (RS), colheu 273,04 scs/ha do híbrido DKB240YG nesta safra, com 72.300 plantas por hectare. No último ano, o mesmo híbrido havia alcançado 110 sc/ha com quantidade de chuva inferior à registrada nesta safra.

Ademar Tacca, da Fazenda Capão Razo, em Abelardo Luz (SC), também alcançou uma produtividade de 246,41 scs/ha, diante das 190 sc/ha alcançadas nos últimos anos. Ele plantou o DKB 240 YG com 78.100 plantas por hectare.

Fidêncio Fabio Fabris, da Fazenda Sementes Fabris, de Seberi (RS), que plantou mil hectares de milho nesta safra, alcançou 340,89 scs/ha com a área destinada ao DKB 240 YG, com 80.200 plantas por hectare, e média de sua propriedade fechou em 200 sc/ha.

O também premiado Renato Zaika Jr., da Fazenda Mejupa, em Ponta Grossa (PR), colheu 306,7 scs/ha com o DKB 240 YG. “Estamos muito contentes com o resultado. Tecnologias como esta e outras são muito bem-vindas, principalmente quando trazem retorno econômico”. A população de plantas com o híbrido foi de 75.000 e a produtividade média dos últimos anos, de 190 sc/ha.

“Essas médias são históricas, nunca alcançadas em todas as regiões. Em razão das condições climáticas e, consequentemente, do investimento no plantio – adubação, maior população de plantas por hectare -, o DKB 240 YG expressou todo seu potencial”, opina Luis Coutinho, engenheiro agrônomo representante da Dekalb.

Sobre o concurso

O Concurso de Produtividade da Dekalb foi criado em 2006, inicialmente com o plantio de qualquer híbrido da marca e, desde então, já premiou mais de 60 produtores. Voltado aos agricultores do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, o concurso reconheceu, nesta edição, que contou com a participação de mais de 500 produtores, os que alcançaram os melhores resultados de produtividade com o DKB 240 YG. Os colocados em segundo e terceiro lugares receberam troféus e sacos de sementes do DKB 240 YG e os primeiros colocados ganharam uma viagem aos Estados Unidos.

Pioneirismo e inovação

Fundada em 1912 na cidade de Dekalb, nos Estados Unidos, a Dekalb é uma marca global, encontrada, além do Brasil, em países como Índia, Indonésia, Japão, China, Coreia, França, Alemanha, Itália, África do Sul, Argentina, México e Canadá, entre outros.

Primeira marca a lançar, no mundo, um híbrido geneticamente modificado, o milho Roundup Ready, em 1998, a Dekalb investe mais de US$ 1 bilhão por ano em pesquisa e desenvolvimento. No Brasil, também foi a primeira marca de sementes de milho a comercializar um híbrido geneticamente modificado, o milho YieldGard, em 2008, estando sempre à frente de seus concorrentes.

Marca da inovação, oferece resultados desafiadores para os agricultores que desejam ser líderes, trazendo o melhor em termos de produtividade, alta performance e liderança tecnológica.

Nos próximos dias, vamos relatar quais tecnologias da Dekalb estão fazendo a diferença nos campos americanos.

As informações são da assessoria de imprensa da Dekalb.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink