Demanda firme eleva preços e volume comercializado em outubro

Etanol

Demanda firme eleva preços e volume comercializado em outubro

Vantagem do etanol hidratado frente à gasolina C nos postos paulistas mantém firme a demanda pelo biocombustível
Por:
39 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

A vantagem do etanol hidratado frente à gasolina C nos postos paulistas mantém firme a demanda pelo biocombustível. Com isso, os preços médios dos etanóis e também o volume negociado no estado de São Paulo subiram em outubro frente ao mês anterior. A média do Indicador CEPEA/ESALQ do hidratado em outubro (tendo como base as semanas cheias do mês) foi de R$ 1,7854/litro, aumento de 5,93% frente à de setembro (R$ 1,6855/litro). No mesmo comparativo, a média do etanol anidro, de R$ 1,9664/litro, ficou 7,58% acima da de setembro (de R$ 1,8279/litro) – ambos considerando apenas o mercado spot.

Vale ressaltar que as altas verificadas nas primeiras semanas de outubro foram as responsáveis por esse resultado, tendo em vista que os preços passaram a cair na segunda quinzena do mês, pressionados pela maior necessidade de venda por parte de algumas usinas. Além disso, no final de outubro, algumas unidades intensificaram as vendas, após os novos ajustes negativos nos preços da gasolina A nas refinarias. Em termos de volume de vendas, o Cepea captou junto ao mercado spot volume 13% maior de etanol hidratado em outubro frente ao de setembro de 2018. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink