Demanda interna pela carne suína sustenta cotações

Agronegócio

Demanda interna pela carne suína sustenta cotações

O setor suinícola brasileiro registrou ligeiras altas nos últimos dias devido à oferta restrita do animal vivo e ao aumento da demanda por carne
Por:
267 acessos

O setor suinícola brasileiro registrou ligeiras altas nos últimos dias devido à oferta restrita do animal vivo e ao aumento da demanda por carne, típica no início do mês. Nessa quinta-feira (08-11), o animal vivo posto no frigorífico do estado de São Paulo valorizou 0,33% em relação à quinta anterior, com o quilo cotado a R$ 2,46. O cenário altista é o mesmo para o mercado de carnes. A carcaça especial, por exemplo, fechou a R$ 3,82/kg nessa quinta, no atacado da Grande São Paulo, elevação de 0,42% em sete dias. Para a carcaça comum, a alta foi de 0,62%, a R$ 3,55/kg. As informações são da assessoria de imprensa do Cepea.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink