Depois das fortes altas de preços, o mercado do suíno perdeu sustentação

Agronegócio

Depois das fortes altas de preços, o mercado do suíno perdeu sustentação

Em função do período do mês, o mercado do suíno perdeu sustentação.
Por:
466 acessos

Em função do período do mês, o mercado do suíno perdeu sustentação.

Nas granjas de São Paulo, o animal terminado está cotado, em média, em R$83,00/@, segundo levantamento da Scot Consultoria, uma queda de 7,8% em uma semana.

No atacado, as indústrias tentam se abastecer com o mínimo possível, aproveitando as condições mais vantajosas de preços e mantendo os estoques enxutos.

A carcaça passou de R$6,90/kg, para os atuais R$6,50/kg, redução de 5,8% no período.

Apesar das desvalorizações, as cotações permanecem acima do registrado em igual período do ano passado. Nas granjas e no atacado, as valorizações em um ano foram de 18,6% e 20,4%, respectivamente.

Para os próximos dias, o mercado deve permanecer fraco e desvalorizações não estão descartadas.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink