Desempenho das carnes na primeira semana de agosto

Agronegócio

Desempenho das carnes na primeira semana de agosto

Um primeiro exame indica que as três carnes contribuem para o melhor resultado.
Por:
140 acessos

As carnes iniciaram o oitavo mês de 2016 com promessas de bons resultados para o período, pois obtiveram na primeira semana (1 a 6, cinco dias úteis) receita cambial que, pela média diária, correspondeu ao melhor resultado dos últimos nove meses.

Um primeiro exame indica que as três carnes contribuem para o melhor resultado. De toda forma, o desempenho inicial sugere que a carne suína é a que deve apresentar melhores resultados no mês, o que significa que pode mais do que dobrar o volume embarcado há um ano (42 mil/t) e chegar às 90 mil toneladas. Algo que representaria novo e significativo recorde para o setor.

A carne bovina também deve apresentar crescimento, mas tende a resultados mais modestos. Por ora sinaliza embarques da ordem de 95 mil toneladas, volume que, se confirmado, representará incremento de cerca de 7% sobre agosto de 2015.

Já a carne de frango alcançou, na semana, resultado que aponta estabilização em relação ao mesmo mês do ano passado: volume mensal em torno das 344 mil toneladas e que, se alcançado, estará acima da média dos 12 meses anteriores (perto de 339 mil toneladas mensais).

A ressalvar que, a despeito da receita cambial atual das três carnes se encontrar (pela média diária) quase 2% abaixo da registrada há um ano, o total acumulado neste mês pode superar o total de um ano atrás. É que agosto corrente tem dois dias úteis a mais.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink