Desempenho do frango vivo (SP) na primeira semana de setembro

Agronegócio

Desempenho do frango vivo (SP) na primeira semana de setembro

Nos primeiros dias do mês o produto foi negociado pelo mesmo valor alcançado em 31 de agosto, quando perdeu cinco centavos de seu preço.
Por:
219 acessos

Ainda que no atacado paulistano o frango abatido venha em franca valorização, o fator “início de mês” ainda não se refletiu sobre o frango vivo comercializado no interior paulista. Ou seja: nos três primeiros dias do mês o produto foi negociado pelo mesmo valor alcançado em 31 de agosto, quando perdeu cinco centavos de seu preço e passou a ser cotado por R$3,10/kg.

No encerramento da semana o mercado já não se apresentava tão fraco quanto no meio do período. Porém, como opera em um cenário apenas calmo - isto é, sem a movimentação observada no começo de meses anteriores – sugere baixo interesse dos abatedouros pelo produto independente – fato que, entre outras explicações possíveis, pode significar que estão com sua produção ajustada, por isso dispensando-se de recorrer ao produto de terceiros.

Conta-se que a estagnação atual do frango vivo seja superada no decorrer desta semana. Mesmo porque, com aos valores atuais, o produto registra, pela primeira vez nos últimos 11 meses, evolução anual de preços inferior a dois dígitos e inferior também à inflação. 

Explicando, desde novembro de 2015 até agosto passado, o preço médio alcançado mensalmente apresentou incrementos (em relação ao mesmo mês do ano anterior) desde 11% até 29%. Já a média de setembro corrente está menos de 8% acima da média registrada em setembro de 2015 (pouco mais de R$2,87/kg). 

Mas não só isso. Pois os R$3,10/kg do momento se encontram perto de 6% acima da média registrada em – surpresa! – setembro de 2013. Então, o frango vivo paulista foi comercializado por valores que foram desde um mínimo de R$2,70/kg até um máximo de R$3,00/kg – média de R$2,93/kg.

Em outras palavras, três anos depois o produtor está obtendo uma remuneração 5,8% maior. E, entre outros exemplos, paga pela principal matéria-prima do frango, o milho, valor 65% superior.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink