Frango

Desempenho do frango vivo em novembro e em 2017

Não houve surpresas neste que é considerado o melhor mês do ano para o setor
Por:
46 acessos

A segunda alta registrada em outubro (de cinco centavos, em 23/10) refletiu-se em novembro nos preços do frango vivo comercializado no interior paulista. Assim, ainda que a cotação tenha permanecido inalterada em R$2,70/kg durante todo o mês, o valor médio alcançado em novembro registrou valorização de 2,5% de um mês para outro.

De toda forma, persistiu desvalorização de cerca de 13% sobre novembro do ano passado, situação que se repete pelo 13º mês consecutivo (a variação anual igual a “zero” em novembro/16 e maio/17 também implica em desvalorização) e que, pelo “andar da carruagem”, tende a ocorrer novamente em dezembro corrente.

Não que ocorram surpresas neste que é considerado o melhor mês do ano para o setor. O mercado, tudo indica, deve permanecer firme no tocante à ave viva, pois não há indícios de aumento da produção, até agora contida em comparação a anos anteriores.

O problema – já foi dito anteriormente – se concentra no consumo. Tanto que, mesmo o produto chegando ao consumidor final por um valor 10% menor que o de um ano atrás (dados do Procon-SP) e a despeito da oferta menor, o mercado de aves abatidas permanece intensamente disputado, situação que se reflete nos preços do atacado. 

Novembro, por exemplo, foi encerrado com valores inferiores aos de um ano atrás. Além disso, nos três anos passados (2014, 2015 e 2016) o preço médio alcançado pelo frango abatido no mês de dezembro foi inferior ao de novembro. 

Tudo isso, em suma, sugere que os R$2,70/kg do frango vivo vindos de outubro passado não devem ser superados. Supondo-se que se mantenham, o 12º mês do ano será encerrado com uma desvalorização da ordem de 10%.

Esse índice, aliás, praticamente se repete ao analisar-se o desempenho do frango vivo entre janeiro e novembro: até agora ele alcança valor médio de R$2,57/kg, resultado que representa redução de 10,5% sobre os mesmos 11 meses de 2016. 

Com pequenas variações, tal índice deve corresponder, também, ao fechamento anual de 2017. O que significa que o valor médio do ano será inferior ao dos dois últimos exercícios. Isto, note-se, em termos nominais. Porquanto em valores reais (isto é, considerada a inflação oficial) o frango vivo obtém neste exercício o menor valor da presente década.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink