Dieta do gado livre de OGMs prejudica meio ambiente
CI
Imagem: Marcel Oliveira
ESTUDO

Dieta do gado livre de OGMs prejudica meio ambiente

O objetivo de estudar era examinar as implicações ambientais e econômicas
Por: -Leonardo Gottems

Um novo estudo mostra que o uso de ração "livre de transgênico” tem custos mais elevados para a indústria e para o ambiente. A substituição de grãos transgênicos de milho ou soja significaria aumentar as emissões de carbono no meio ambiente e exigiria o uso de mais terras para fins agrícolas por meio de culturas convencionais menos produtivas.  

O estudo elaborado pelo Instituto de Educação e Pesquisa Alimentar (IFEEDER) nos Estados Unidos mostrou que o uso de rações e alimentos livres de transgênicos tem custos mais elevados para os atores da pecuária e da avicultura. Reflete-se que a regulação pode levar ao aumento das emissões de gases de efeito estufa e à diminuição das possibilidades de preservação dos habitats e da biodiversidade.

O objetivo de estudar era examinar as implicações ambientais e econômicas se os fabricantes de ração dos EUA precisassem aumentar sua produção de ração não biotecnológica.  O estudo queria esclarecer os atores da cadeia de valor sobre as complexidades de passar pelo processo de produção de linhas de ração GM e não GM.

Os resultados mostraram que quando o uso de tecnologias seguras e comprovadas, como os transgênicos, é limitado, os custos para produtores, consumidores e meio ambiente podem aumentar.  Os achados mais relevantes foram:

 - Embora o milho e a soja transgênicos sejam mais caros para os agricultores, os custos extras são compensados pelos custos mais baixos dos insumos agrícolas.

  - O uso de sementes não transgênicas reduz o benefício da preservação da terra.  Os dados mostraram que o uso de sementes GM permitiu uma economia considerável de hectares destinados à agricultura.

  - O sistema de plantio direto para milho GM reduz significativamente as emissões de dióxido de carbono.

  - O uso de sementes GM melhorou a eficiência do nitrogênio.

  - A separação de ingredientes GM e não GM acarretaria custos adicionais para todos os atores da cadeia produtiva e de abastecimento, o que levaria a um aumento no preço final do produto.

   -A substituição de alimentos transgênicos por não transgênicos resultaria em um aumento significativo no preço de produtos como carne, leite ou ovos.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.