Agronegócio

Diretor da Ampa ressalta qualidade do algodão e diz que área deve aumentar 28% na próxima safra

Por: -Thalita Araújo
602 acessos
O cenário do algodão em Mato Grosso não tem estado na melhor das configurações nas últimas safras, por conta dos preços baixos. No ciclo 2012/2013 o Estado plantou 453.740 hectares e a estimativa é fechar esta safra com 680.117 toneladas de algodão em pluma.


Em entrevista ao Agro Olhar, o diretor executivo da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa), Décio Tocantins, comentou os percalços enfrentados nesta safra e as expectativas para 2013/2014.

Segundo o diretor, o algodão volta a ter mais espaço (por conta da desvalorização do milho) e deve ganhar um aumento de 28% de área. Confira a entrevista na íntegra:

Agro Olhar - Que principais pontos positivos podemos destacar da safra 2012/2013 de algodão em Mato Grosso?

Décio Tocantins: Podemos destacar a qualidade da fibra colhida que está muito boa em todos os aspectos.

Agro Olhar - E os negativos? Quais problemas mais deixaram os produtores em alerta neste ciclo?

Décio Tocantins: Os fatores que mantiveram os produtores em alerta foram alguns velhos conhecidos, como o bicudo-do-algodeiro e a mosca branca, além de lagartas-praga sempre presentes nas lavouras de Mato Grosso.

O alerta de outras regiões produtoras de algodão, como o Oeste da Bahia, em relação aos prejuízos causados pela exótica Helicoverpa armigera naturalmente deixou os produtores mato-grossenses muito preocupados por causa da voracidade dessa lagarta.

No Oeste da Bahia, o clima seco favoreceu a explosão das lagartas do gênero Helicoverpa, mas, em Mato Grosso, felizmente, foi possível concluir a safra 2012/13 sem maiores prejuízos.


Agro Olhar - A Helicoverpa chegou a causar prejuízos significativos em alguma região?

Décio Tocantins: A Helicoverpa spp assustou e é uma ameaça que deve ser levada a sério na próxima safra (2013/14), mas não chegou a causar prejuízos significativos em MT.

Agro Olhar - Como está o cenário de comercialização do algodão desta safra? E os preços?

Décio Tocantins: Como o produtor mato-grossense (e o brasileiro) reduziu sua área de plantio na safra 2012/13 (redução de 37,4 em relação à safra anterior), o cenário de comercialização está razoavelmente tranquilo e se fala até na necessidade de importação de pluma para suprir o mercado doméstico.


Quanto aos preços, tivemos um cenário de alta (no dia 20 de agosto, a fibra atingiu R$ 2,28 por libra-peso, o maior patamar registrado desde 10 de junho de 2011), mas o mercado internacional da pluma é sempre instável e muito dependente da política chinesa de compra para seus estoques reguladores.


No momento, o algodão volta a ser mais interessante em comparação com a rentabilidade do milho de segunda safra e as consultas feitas pela AMPA junto a seus associados indica uma intenção de aumento de área plantio de aproximadamente 28% na safra 2013/14.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink