Disponibilidade global de açúcar segue caindo

ESTIMATIVA

Disponibilidade global de açúcar segue caindo

Além disso, a demanda por etanol continua aquecida
Por: -Leonardo Gottems
128 acessos

Um relatório divulgado pela INTL FCStone, na quinta-feira (28.03), indicou que a disponibilidade global de açúcar para o nível atual deve continuar caindo, com a fabricação do adoçante na Índia surpreendendo o mercado. De acordo com o relatório, essa última informação pode acabar limitando o aperto no balanço de oferta e demanda. 

“Ao invés da forte redução que era esperada na fabricação de açúcar, é possível que usinas indianas registrem outra farta safra em 2018/19 – contexto guiado pelos dois principais estados produtores do país asiático: Uttar Pradesh e Maharashtra”, avaliou a INTL FCStone, em nova revisão de safra divulgada para o mercado sucroenergético. 

Os novos cálculos indicam que o déficit mundial produtivo de 2018/19 deve se consolidar em 0,3 milhão de toneladas em valor bruto de açúcar, contra 0,7 milhão de toneladas, valor que foi estipulado na última revisão. “A produção total deve atingir 185,7 milhões de toneladas (valor bruto), crescimento de 0,4% em relação à revisão de janeiro, mas 3,3% abaixo de 2017/18. A projeção de consumo de açúcar é de 186,0 milhões de toneladas (valor bruto), 1,2% acima do ciclo anterior”, diz a INTL FCStone. 

“Além da demanda aquecida por etanol, as volumosas chuvas observadas no Centro-Sul entre fevereiro e março pressionaram o ATR da cana. Este cenário tende a estimular as usinas a direcionarem maior parcela da matéria-prima para a destilação de álcool no início da safra.”, explica o analista de mercado do grupo, Matheus Costa. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink