Diversidade reduz dependência de fertilizantes

PESQUISA

Diversidade reduz dependência de fertilizantes

Pesquisadora diz que a descoberta pode ser um fator importante na redução de custos
Por: -Leonardo Gottems
822 acessos

Um estudo realizado pelo Trinity College Dublin, na Irlanda, indicou que estimular a diversidade ecológica e agrícola poderia ajudar a aumentar a produtividade das pastagens de uma maneira semelhante à que os fertilizantes fizeram no passado. De acordo com os pesquisadores, muitos fatores interativos explicam por que a diversidade de espécies e a produtividade variam tanto entre os diferentes ecossistemas. 

De acordo com a professora de zoologia na Faculdade de Ciências Naturais no Trinity College Dublin, Yvonne Buckley, as espécies diversificadas podem colaborar com o aumento da produtividade trazendo polinizadores importantes, por exemplo. "Em um mundo onde os preços dos combustíveis aumentam rapidamente e o custo dos fertilizantes aumenta, o uso da diversidade de espécies para aumentar e manter a produtividade será cada vez mais crítico. Precisamos entender os efeitos da diversidade de espécies nas pastagens irlandesas para estabelecer um curso apropriado para a intensificação sustentável”, comenta. 

A pesquisa sugere que, em todos os tipos de pastagens, o aumento na diversidade de espécies pode levar a uma maior produtividade. No entanto, a fertilização de pastos ricos em espécies, resultando em maior produtividade, também leva a reduções na biodiversidade. “Existem duas rotas abertas para o manejo de pastagens para maior produtividade: aumentar a diversidade de espécies e aumentar a fertilização”, diz. 

Por exemplo, sob um determinado conjunto de condições ambientais e de solo, há evidências claras de que a biomassa aumenta à medida que a diversidade também aumenta. No entanto, existe uma relação complexa entre a biomassa e a diversidade de espécies, uma vez que os solos mais férteis promovem uma maior biomassa, o que, por sua vez, reduz o número de espécies capazes de persistir no local. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink