E se a batata resistisse à seca?
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
GENÉTICA

E se a batata resistisse à seca? 

Os autores do estudo avaliaram a resposta de plantas controle e aquelas que expressam mais a proteína BBX21
Por: -Leonardo Gottems

Por meio de modificações genéticas, pesquisadores argentinos conseguiram desenvolver plantas de batata tolerantes à seca e até com maior rendimento do que a variedade plantada atualmente na Argentina. O cultivo da batata é um dos mais importantes da Argentina, com 80.000 hectares e uma produção de mais de 2,8 milhões de toneladas.  

“Os resultados do nosso trabalho, realizado em casa de vegetação, lançam as bases para o aumento da produtividade da batata em condições de recursos limitados, como a disponibilidade de água no solo”, disse o Dr. Javier Botto em Biologia, líder do estudo e membro do Instituto de Pesquisas Fisiológicas e Ecológicas Vinculadas à Agricultura (IFEVA) da UBA e do CONICET. 

Os autores do estudo avaliaram a resposta de plantas controle e aquelas que expressam mais a proteína BBX21 em condições de estresse hídrico moderado. “Verificamos que a expressão de mais proteína BBX21 melhora o comportamento das plantas sob estresse reduzindo sintomas de desidratação nas folhas basais, produz mais clorofila e tem mais fotossíntese que lhe confere melhor aproveitamento da água transpirada por unidade de carboidrato sintetizado”, explicou Botto , líder do Laboratório de Plasticidade em Sinalização de Desenvolvimento do IFEVA e também investigador principal do CONICET. 

Os autores do estudo, publicado no  "The Plant Journal" , também descobriram que as plantas geneticamente modificadas tinham até 17% mais produção de tubérculos do que as plantas de controle. “Uma das consequências das mudanças climáticas globais é a intensificação das secas com aumentos de temperatura e radiação que podem limitar o crescimento e a produtividade das plantas. Nosso trabalho mostra que estratégias de manipulação genética podem ajudar a resolver problemas de limitação de alimentos em ambientes com limitação de recursos, como a água no solo ”, disse Botto. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.