E se os recipientes fitossanitários fossem reutilizáveis?
CI
Imagem: Marcel Oliveira
ECONOMIA

E se os recipientes fitossanitários fossem reutilizáveis? 

Para a empresa, a meta para 2025 é alcançar uma economia de 675 toneladas de plástico
Por: -Leonardo Gottems

Com a preocupação de, cada vez mais, termos a necessidade de preservar o meio ambiente e reduzir o uso de plástico, um dos principais poluidores, a indústria de defensivos químicos iniciou debates sobre a reutilização de embalagens fitossanitárias. A novidade é da empresa alemã Bayer e consiste em um recipiente industrial reutilizável de 1000 litros que permite uma redução de 95% no consumo de plásticos. 

Além disso, ele reduz o uso de água porque elimina a necessidade de tríplice lavagem desses recipientes, que é feita atualmente. Essa nova embalagem foi apresentada no congresso anual da Associação Argentina de Produtores de Semeadura Direta (Aapresid) e se destaca por ser a primeira embalagem fitossanitária reutilizável da Argentina. 

Da mesma forma, relataram que  seu uso significa a otimização de tempos, bem como melhorias no manuseio do produto pelos funcionários e na gestão dos recipientes. A Bayer descreveu como foi o processo para chegar ao produto acabado. “Em um teste piloto realizado em nove províncias durante 2020, com o IBC Roundup Full II, foram economizados 22,9 toneladas de plástico e 622 metros cúbicos de água”,  observaram. 

Para a empresa, a meta para 2025 é alcançar uma economia de 675 toneladas de plástico e 12.850 metros cúbicos de água na lavagem de vasilhames.  “Faz parte dos compromissos de sustentabilidade da Bayer Crop Science tornar 100% de suas operações neutras em carbono até 2030 e reduzir as emissões de gases do efeito estufa em 30%”, disseram. 

Há semanas, a empresa  lançou o PRO Carbon, programa que faz parte da iniciativa Bayer Carbon e que oferece oportunidades aos produtores argentinos que desejam ampliar sua produtividade e aumentar o sequestro de carbono no solo  por meio da adoção de práticas agrícolas sustentáveis. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.