Agronegócio

Eletrosul inicia pesquisas com biodiesel no Sul

A estatal investirá R$ 2 milhões para conclusão de estudos técnicos e de viabilidade econômica com o biodiesel
Por: -Vanessa Jurgenfeld
5 acessos
A Eletrosul, transmissora de energia do governo federal, com sede em Florianópolis (SC), deu início a pesquisas com biodiesel em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul. O projeto catarinense saiu do papel há poucos dias, meses depois de a empresa ter começado os trabalhos na região das Missões, noroeste gaúcho. No total, a estatal investirá R$ 2 milhões para conclusão de estudos técnicos e de viabilidade econômica com o biodiesel.


Ronaldo Custódio, diretor técnico da empresa e presidente interino, diz que as pesquisas em biodiesel integram o planejamento estratégico da empresa, focado na geração de energia. Em 2004, quando a nova lei do setor elétrico entrou em vigor, já se deu os primeiros passos para o retorno da Eletrosul a essa área, que foi vendida em 1998 para a Tractebel, em leilão de privatização. Segundo ele, o biodiesel começa a ser pesquisado não só pelo seu compromisso de empresa pública junto às políticas federais, mas pelo retorno que pode trazer. "O Brasil está aparecendo como um celeiro bioenergético do mundo e a Eletrosul não pode deixar o trem passar".
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink