Em cena, a diversidade do agronegócio

Agronegócio

Em cena, a diversidade do agronegócio

Por:
600 acessos
53ª ExpoLondrina reúne prestação de serviços, negócios e entretenimento em um só lugar

A escolha do tema "A Melhor do Brasil" para a edição deste ano da 53ª ExpoLondrina não foi por acaso. Segundo o presidente da Sociedade Rural do Paraná (SRP), Moacir Sgarioni, a exposição é a mais completa do País porque oferece aos visitantes prestação de serviços, realização de negócios e entretenimento em um mesmo espaço. "Outros eventos podem até faturar mais do que o nosso, mas não possuem a mesma diversidade que temos aqui em Londrina. O modelo da exposição é o nosso orgulho", comemora o dirigente. A Expo 2013 começa hoje e segue até o dia 14 de abril, no Parque de Exposições Governador Ney Braga.


Com o avanço do agronegócio brasileiro, Sgarioni afirma que o evento ganha cada vez mais força. "Nós somos o reflexo do setor", completa o presidente da SRP. Ele explica que se o mercado de commodities agrícolas vai bem, a economia fica mais aquecida e impulsiona a comercialização de máquinas agrícolas, automóveis, entre outros produtos ligados ao setor agropecuário. Para esta edição, a expectativa é que haja uma movimentação ainda maior do que a do ano passado, motivada pela previsão de crescimento da safra de grãos. O faturamento, segundo o presidente da SRP, deve ficar no mesmo patamar de 2012 que foi de R$ 355 milhões, ou mesmo registrar um leve incremento.

"Não são números fáceis de se trabalhar, mas a nossa equipe está empenhada em conquistar esse objetivo", destaca. O presidente da SRP revela que o segredo para manter um crescimento contínuo de um evento como a ExpoLondrina é contar com um corpo de colaboradores consolidado. Além de profissionais fidelizados, ele afirma que sempre busca inovar as atrações da feira, para chamar ainda mais a atenção do público.


Destaques

Dentro do tema pecuária, o presidente da SRP acrescenta que a exposição de Londrina foi a pioneira na área de melhoramento genético do País. "Essa tecnologia nasceu com a Sociedade Rural do Paraná", lembra o presidente. Segundo ele, a região sempre focou em pesquisas nos segmentos de genética e nutrição dos animais, principalmente em gado de leite. Para exemplificar o potencial pecuário do Estado, durante o evento será exposta uma fêmea da raça girolanda que bateu o recorde mundial de produção de leite.

Mais de 30 animais de alta performance vão estar presentes na ExpoLondrina. Ao todo, devem circular pelo parque mais de 12 mil animais, entre bovinos, ovinos, caprinos, equinos. Segundo Sgarioni, manter esse elevado número de animais expostos em uma região que está cada vez mais voltada para a agricultura é um mérito da feira.


Além disso, o evento vai levar ao público informações técnicas em várias áreas do setor agropecuário por meio de simpósios, palestras e demonstrações em campo. "A exposição é muito mais do que um show", sublinha o dirigente da SRP, acrescentando que o evento é o ponto de encontro do produtor e serve de vitrine para o agronegócio brasileiro.

No que diz respeito aos negócios realizados durante o evento, Sgarioni não arrisca dar um palpite, mas espera que sejam muito bons, motivados principalmente por taxas de crédito diferenciadas para o público participante da exposição. "O consumo está aumentando, o que deve elevar o volume de negócios na feira. Nossas expectativas são boas", conclui.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink