Em São Desidério a citricultura é alternativa da Agricultura Familiar
CI
Agronegócio

Em São Desidério a citricultura é alternativa da Agricultura Familiar

Por:
Difundir e fomentar a citricultura no município de São Desidério é objetivo do Governo Municipal por meio da Secretaria de Agricultura ao projetar a implantação de uma Unidade Demonstrativa de produção de mudas de laranjas na localidade de Batalha, que servirá de modelo aos produtores familiares da mesma e das demais comunidades circunvizinhas. Com previsão de estender para outras, a partir do segundo ano do projeto.


Algumas ações já foram implementadas, como visitas a uma propriedade agrícola que dispõe de um viveiro com cinco mil mudas certificadas, produzidas a partir da técnica da enxertia, denominada BORBULHA com T invertido. No qual é deste viveiro que serão fornecidas as mudas para a Unidade Demonstrativa, através de uma parceria entre os proprietários e a Secretaria de Agricultura.

Sobre o projeto, a área já foi definida, com aproximadamente 1,0 hectare, assim como a coleta de amostra de solo que foi encaminhada para análise. Depois de concluída, a equipe da secretaria programará visitas dos agricultores ao viveiro modelo e havendo interesse por parte dos agricultores para a produção de laranjas, eles serão beneficiados com a doação das mudas certificadas, assistência, analise e correção de solo com a distribuição do calcário para a produção em suas propriedades.


O técnico em agropecuária, José Rodrigues e o engenheiro agrônomo, Getúlio Franco, proprietários do viveiro de mudas, viram na atividade uma nova alternativa de geração de renda. “O cultivo de laranjas na região é altamente lucrativo, pois os custos são baixos e a produtividade aqui é maior que em outras regiões do País, como Minas e São Paulo”, ressalta José Rodrigues.

“Aqui o controle de pragas e doenças é mais barato em razão das boas condições climáticas e ambientais”, acrescenta Getúlio Franco.


Ainda de acordo com o técnico José Rodrigues, na região, a laranja produz três safras em dois anos, enquanto em outras regiões do país, a produção é uma safra ao ano. “Outro dado interessante é o peso do fruto, enquanto em outras regiões o peso médio é de apenas 170 gramas, aqui o peso médio é de 230 gramas por fruto e isso faz uma diferença enorme no resultado final”, conclui.


Prolavoura – Segundo o Secretário Municipal de Agricultura, Genivaldo de Assis, os recursos para a disseminação da cultura da laranja por todo o município serão do programa Prolavoura (Projeto de Lei Municipal 09/2009), que é bastante amplo e contempla todas as culturas. “O Prolavoura tem como objetivo o desenvolvimento rural sustentável e a melhoria das condições de vida dos agricultores familiares, estimulando-os a produzir. A produção de laranjas é uma excelente alternativa, pois apenas um hectare de laranja poderá proporcionar uma renda bruta anual de mais de R$ 20.000,00”, completa.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.