Agronegócio

Emater-MG apresenta tecnologias para a cafeicultura durante a Expocafé 2016

Programação da Emater-MG possui plantão técnico e apresentação de dinâmicas demonstrativas
Por:
487 acessos

A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG) participa da Expocafé 2016, entre 8 e 10 de junho, em Três Pontas, Sul de Minas. As atividades da empresa incluem plantão técnico para atendimento aos produtores rurais e apresentação de dinâmicas de divulgação de tecnologias destinadas à cafeicultura. As ações da Emater-MG serão realizadas todos os dias de evento em um estande  com aproximadamente 400 metros quadrados. O presidente da Emater-MG, Glenio Martins, participa da cerimônia de abertura do evento, no dia 8 às 10h.

“Vamos recepcionar o público para orientação técnica, distribuição de materiais técnicos e apresentação de dinâmicas com os produtores. Também haverá degustação de cafés das quatro  regiões produtoras de Minas (Sul, Matas de Minas, Chapadas e Cerrado)”, destaca o gerente da Unidade Regional da Emater-MG de Alfenas, Rogério da Silva

No espaço da Emater-MG os visitantes poderão conhecer três alternativas diferentes de terreiros para secagem de café, telhado ecológico, fossa ecológica, cercas feitas de pneus, clareador de água e um sistema de iluminação com garrafas pets. Também serão apresentadas alternativas para diversificar a renda através da produção hidroponia e de morangos em instalação suspensa.

Programas para cafeicultura 
A Expocafé 2016 também será uma oportunidade para conhecer o programa Certifica Minas Café e o Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais. O Certifica Minas Café prepara o produtor para atender exigências do mercado internacional, seguindo padrões de sustentabilidade e melhorando a forma de gerir na propriedade. Atualmente, 214 municípios mineiros participam do programa com 1.200 propriedades certificadas e outras 800 em processo de certificação. O programa é coordenado pela Seapa e executado pela Emater-MG, em parceria com o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA).

Já o Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais é uma ferramenta para incentivar a melhoria contínua dos cafés mineiros, principalmente da agricultura familiar. O foco é a educação através da assistência técnica e extensão rural, integrando setores como ensino, pesquisa, extensão e iniciativa privada em prol de uma cafeicultura moderna. Em 2015 foram 1.300 amostras inscritas. O concurso é realizado pelo Governo de Minas Gerais e coordenado pela Emater-MG, em parceria com a Universidade Federal de Lavras (UFLA), o Instituto Federal do Sul de Minas, Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão (Faepe) e a Secretaria de Estado de Agricultura de Minas Gerais.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink