Emater/RS classifica novos tipos de óleos vegetais

Agronegócio

Emater/RS classifica novos tipos de óleos vegetais

A instituição fará análise de óleos de milho, canola, algodão e girassol
Por: -Redação
4 acessos

A Emater/RS-Ascar está credenciada junto ao Ministério da Agricultura para realizar análises de óleos vegetais refinados. A partir desta sexta-feira (26-01), entra em vigor a Instrução Normativa nº 49, publicada no Diário

Oficial da União em 26 de dezembro de 2006, que torna obrigatória a classificação de óleos de milho, canola, algodão e girassol, além do de soja. Assim, a Gerência de Classificação e Certificação da Emater/RS-Ascar poderá atender empresas de todo o país na análise físico-química e classificação de óleos vegetais.

De acordo com a Instrução Normativa, os óleos vegetais são classificados de acordo com a sua qualidade e poderão ser comercializados a granel ou embalados. No rótulo, haverá informações relativas a essa classificação, como o tipo, o responsável pelo produto, o teor de ácido oléico apresentado, entre outras exigências.

Para o coordenador do Laboratório de Análise de Produtos Vegetais da Emater/RS-Ascar, Rogério Bruschi, entre os benefícios da classificação estão a maior segurança quanto à qualidade do consumo de óleos vegetais e a

facilidade na escolha do produto, em função de qualidade e preço.

O gerente da Classificação e Certificação, João Wanderlei Pereira, destaca que o prazo para que as empresas

utilizem seus estoques de embalagens de óleos vegetais existentes é de um ano. "Após isso, as embalagens e a rotulagem dos produtos deverão estar em conformidade com as disposições do Regulamento.” As informações são da assessoria de imprensa da Emater/RS – Ascar.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink