Embargo à carne pela UE não desanima certificadoras brasileiras

Agronegócio

Embargo à carne pela UE não desanima certificadoras brasileiras

As certificadoras acreditam que a implementação das normas em um número cada vez maior de propriedades, pode acelerar o processo de cooperação entre Brasil e UE
Por: -Janice
190 acessos
A chegada a Brasília do diretor de Saúde e Bem-Estar Animal da União Européia, Bernard Van Goethem, nesta segunda-feira (07-03), para conhecer de perto o trabalho da Defesa Sanitária em nosso País, coincidiu com a retomada das discussões entre as certificadoras brasileiras, técnicos, veterinários, indústria e produtores, em duas reuniões setorizadas, em São Paulo, dentro do National Technical Working Group GlobalGAP IFA (Segurança Integrada de Fazenda) no Brasil.


A GlobalGAP é hoje o grupo que representa os maiores varejistas da UE, Estados Unidos, Ásia, África e América Latina. Essas certificadoras são credenciadas pela GlobalGAP no Brasil e acreditadas pelo Inmetro na ISO 65 e têm em mãos a versão 3.0 das normas deste protocolo internacional que está entre os mais rígidos do mundo, que já contemplam as exigências da própria UE para exportação de alimentos e que entraram em vigor em janeiro deste ano.

As certificadoras acreditam que a implementação destas normas, em complemento às exigidas pelo Sisbov - Serviço de Rastreabilidade da Cadeia Produtiva de Bovinos e Bubalinos -, em um número cada vez maior de propriedades, pode acelerar o processo de cooperação entre Brasil e União Européia no setor e trazer mais ganhos aos produtores, uma vez que os bovinos das fazendas certificadas para exportar à UE estão recebendo prêmios entre 10% e 17% sobre o valor de mercado, hoje algo em torno de R$ 74 e R$ 75 a arroba.


A reunião entre as certificadoras e o NTWG GlobalGAP IFA, que no Brasil tem o Instituto Genesis como “host organisation”, aconteceu nesta segunda-feira, a partir das 8h30min, na sede do Inmetro em São Paulo (Rua Sta Cruz, 1922 -Tel: (11) 5549-7251/5083-0711)

Nesta terça-feira (08-04), técnicos, veterinários, indústrias de alimentos e produtores se reúnem, também a partir das 8h30min, na sede da Abiec – Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne Industrializada ( Av Brg Faria Lima, 1912 cj IJ an 14 -Pinheiros (11) 3032-5997). As informações são da assessoria de imprensa do Instituto Gênesis.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink