Embrapa busca ampliar parcerias para o fortalecimento da agricultura no Rio de Janeiro

Agronegócio

Embrapa busca ampliar parcerias para o fortalecimento da agricultura no Rio de Janeiro

Um dos primeiros municípios indicados por ele para atuação do grupo é Nova Friburgo, um dos maiores polos agrícolas do Estado
Por:
1175 acessos

O secretário de Agricultura e Pecuária do Estado do Rio de Janeiro, Christino Áureo, recebeu em seu gabinete na primeira quinzena do mês de abril os chefes-gerais dos três centros de pesquisa da Embrapa no Rio de Janeiro - Lourdes Cabral, da Embrapa Agroindústria de Alimentos; Gustavo Xavier, da Embrapa Agrobiologia; e Daniel Pérez, da Embrapa Solos. "Esperamos unir os esforços da Embrapa, da Pesagro e da Emater-RJ para o desenvolvimento de projetos conjuntos em prol da agricultura no Estado", disse o secretário.

Um dos primeiros municípios indicados por ele para atuação do grupo é Nova Friburgo, um dos maiores polos agrícolas do Estado, onde se concentra grande parte da produção de hortaliças do Rio de Janeiro e cujo cultivo de verduras e legumes orgânicos é um dos maiores da Região Serrana. A Embrapa já atua no local, tendo instalado em Nova Friburgo o Núcleo de Pesquisa e Treinamento a Agricultores (NPTA), entre outras ações, e a Pesagro está implantando novas instalações no município. "Nesse local, já foram levantadas junto aos produtores rurais demandas para análise de solos, para produção orgânica e para processamento de alimentos", relata Lourdes Cabral, chefe-geral da Embrapa Agroindústria de Alimentos.

Para o chefe-geral da Embrapa Agrobiologia, Gustavo Xavier, a iniciativa evidencia a importância do fortalecimento do NPTA enquanto espaço de contato direto com os produtores serranos. "A atuação conjunta das três Unidades da Embrapa e das instituições governamentais vai nos possibilitar elencar os problemas comuns e, a partir daí, unir esforços para solucioná-los", destaca.

Agricultura orgânica e amparo à pesquisa

O treinamento de agentes de assistência técnica e extensão rural também foi pautado pelo secretário de Agricultura, juntamente com o desafio de alavancar a agricultura orgânica no Estado. "Ainda há muitos gargalos para a produção orgânica no Rio de Janeiro e nossa Unidade pode atuar mais fortemente para a implementação de soluções, como, por exemplo, trabalhar junto com a Pesagro no fomento a sementes orgânicas, que é um viés de atuação da Empresa", aponta Gustavo. O importante, segundo ele, é que as instituições atuem conjuntamente e, para isso, precisam conhecer a fundo umas às outras.

Christino Áureo também se mostrou solidário a incentivar a interação entre as instituições de pesquisa agropecuária e a Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj), a partir do diálogo com a Secretaria de Ciência & Tecnologia. O intuito é fortalecer a temática agrícola fluminense nos editais da Faperj, aumentando o leque de pesquisas focadas na região.

A criação de uma rede de laboratórios de análise de solo também foi lembrada, o estado sofre com essa carência. Uma opção é o laboratório móvel para análise de fertilidade do solo (Fertmóvel), desenvolvido pela Embrapa Solos. "A análise de solo, devidamente georeferenciada, é um instrumento para guiar políticas públicas elaboradas pela Secretaria", pondera Daniel Pérez, chefe geral da Embrapa Solos.

Caravanas Tecnológicas

Durante o encontro com o secretário de Agricultura, foi apresentado o projeto Caravanas Tecnológicas, promovido pela Embrapa Agroindústria de Alimentos com o apoio do Ministério do Desenvolvimento Agrícola (MDA). A ação tem como finalidade fortalecer os vínculos da pesquisa agropecuária com produtores rurais, extensionistas, alunos de instituições de ensino técnico e seus professores do Estado do Rio de Janeiro.

No evento, técnicos e pesquisadores da Embrapa apresentam soluções tecnológicas desenvolvidas pela Empresa, de acordo com a demanda da região, e  respondem dúvidas e questionamentos dos participantes. Em 2014, a Caravana esteve nos municípios de Valença e Magé, onde contou com a presença  de mais de cem pessoas.

Já está agendado para o mês de junho a realização da Caravana Tecnológica no município de Paty de Alferes. Até o final do ano, técnicos e pesquisadores da Embrapa deverão ir  também a Nova Friburgo, Campos, Bom Jesus de Itabapoana e Pinheiral


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink