Embrapa e França pesquisam macieiras
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,782 (-0,26%)
| Dólar (compra) R$ 5,38 (2,78%)

Imagem: Pixabay

PARCERIA

Embrapa e França pesquisam macieiras

O principal objetivo é gerar tecnologias visando a garantia da sustentabilidade
Por: -Eliza Maliszewski
1279 acessos

Uma parceria entre a Embrapa Uva e Vinho, o Instituto Nacional de Pesquisa para Agricultura, Alimentação e Meio Ambiente (INRAE) e o Instituto Nacional de Estudos Superiores Agronômicos de Montpellier (Montpellier SupAgro), estabelece uma cooperação técnica para desvendar o complexo processo de dormência e genética do florescimento da macieira.

A ideia é trocar experiências de pesquisa e buscar recursos brasileiros e europeus para financiar as pesquisas. Os pesquisadores querem gerar tecnologias para garantir a sustentabilidade da cultura em meio às mudanças climáticas.

No Brasil o estado de Santa Catarina responde por 51% da produção nacional de maçã, seguido do Rio Grande do Sul (44%) e do Paraná (5%). Os três grandes polos produtores são Vacaria (RS), São Joaquim (SC) e Fraiburgo (SC). Nesta safra foram colhidas 939 mil toneladas, de acordo com a Associação Brasileira de Produtores de Maçã, um recuo de cerca de 20% em função do clima desfavorável.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink