Embrapa e Incra assinam acordo para melhoria ambiental

Agronegócio

Embrapa e Incra assinam acordo para melhoria ambiental

A cerimônia contou com a presença de grande número de famílias de agricultores assentados
Por:
1 acessos

A Embrapa Meio Ambiente (Jaguariuna – SP), Unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) - Regional São Paulo assinaram dia 7 de abril um Termo de Cooperação Técnica e Científica tendo como objeto a “Capacitação Sócio Ambiental visando à Sustentabilidade dos Assentamentos de Reforma Agrária no Estado de São Paulo”.

O acordo foi assinado pelo superintendente regional do Incra, Raimundo Pires Silva e pelo chefe-geral da Embrapa Meio Ambiente, Paulo Kitamura e ocorreu no município de Iaras, SP, em evento que marcou a entrega de lotes a 181 novas famílias assentadas pelo Incra no Projeto de Assentamento Zumbi dos Palmares.

A cerimônia contou com a presença de grande número de famílias de agricultores assentados, e dela participaram também o presidente substituto do Incra, Roberto Kiel, o deputado estadual Simão Pedro, o prefeito de Iaras Paulo Sérgio Morales, o coordenador estadual do MST, Delweck Mateus, além de representantes da Igreja Católica, técnicos do Incra, vereadores e lideranças da região.

A finalidade desta parceria é realizar pesquisas, estudos, treinamentos e difusão de experiências que contribuam para a sustentabilidade do processo da produção nos assentamentos rurais sob responsabilidade do Incra no Estado de São Paulo, incluindo a capacitação técnica dos trabalhadores em áreas específicas da produção agropecuária.

Pires Silva destacou que esse Termo de Cooperação resulta da articulação de políticas do Governo Federal para melhoria da qualidade e sustentabilidade dos assentamentos de reforma agrária, concretizando um antigo sonho dos agricultores assentados no estado, de poder ter uma relação mais próxima com a Embrapa.

Kitamura enfatizou que esta parceria com o Incra pretende ser também uma porta de entrada da demanda dos assentamentos de São Paulo para outras Unidades da Embrapa, especialmente aquelas que trabalham com produtos.

De acordo com Luiz Octávio Ramos Filho, pesquisador da Embrapa Meio Ambiente e responsável pela coordenação técnica da parceria, o plano de trabalho inicial prevê, entre outras atividades, a organização de um ciclo de debates sobre a Questão Agrária em São Paulo; a elaboração de estudos sobre a dinâmica agrária no Estado; a assessoria à implantação de assentamentos na modalidade Projeto de Desenvolvimento Sustentável (PDS); a implantação de unidades de observação em Sistemas Agroflorestais (SAF); a capacitação dos assentados em temas agroambientais e em manejo agroecológico, através de cursos e dias de campo, além da difusão de tecnologia através de meios de comunicação, como programas de rádio e internet.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink