Embrapa entregará 1º atestado de RO do Programa BPA

Agronegócio

Embrapa entregará 1º atestado de RO do Programa BPA

Ação será realizada em evento de pecuária de corte
Por:
1195 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

No dia 26 de setembro a Embrapa Rondônia realizará o Dia de Campo em Pecuária de Corte no município de Machadinho d’Oeste, a 300 quilômetros de Porto Velho (RO).  O evento será realizado na Fazenda Don Aro, MA26 com MP72, a partir das 8h. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas no local. A fazenda onde acontecerá o evento também receberá um atestado de adequação pelo Programa de Boas Práticas Agropecuárias para Bovinos de Corte (BPA), pois seguiu o protocolo do Programa, que busca tornar os sistemas de produção mais competitivos e rentáveis.

Esta propriedade é a primeira de Rondônia e a segunda da região Norte a receber este atestado, sendo que existem outras 22 propriedades certificadas em todo país. Esta fazenda também é pioneira no estado em relação ao Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS), devidamente registrado junto ao CREA, bem como ao Plano “Lixo Zero” no contexto da propriedade. Além da tríplice lavagem de agrotóxicos, a propriedade também realiza coleta seletiva com o devido destino de cada grupo (em sintonia com a Lei 12305/2010) e está investindo na recuperação das Áreas de Preservação Permanentes (APPs), com investimento em 2000 mudas de espécies nativas.

De acordo com a zootecnista da Embrapa Rondônia, Elisa Osmari, a Fazenda Don Aro entrou voluntariamente no Programa e já conquistou bons resultados. “É importante que os demais produtores possam ver o que foi feito nesta fazenda e aplicar também em suas propriedades. Outro ponto importante é o investimento no treinamento da mão-de-obra, transformando-os em colaboradores além de empregados”, conclui.

Durante o dia de campo serão realizadas cinco estações, com os temas: Boas práticas agropecuárias para bovinos de corte; Gestão de resíduos; Adequação ambiental da propriedade rural; Instalações e controle zootécnico; e Boas práticas reprodutivas. Para Elisa Osmari o evento será uma oportunidade de difundir tecnologias e práticas que podem ser adotadas pelos produtores de gado de corte do estado. “O principal objetivo do Programa BPA é melhorar a competitividade do setor produtivo da pecuária de corte e reduzir o custo de produção com a incorporação de tecnologias que tornem viáveis a utilização de boas práticas no sistema de produção”, explica a zootecnista.

Boas Práticas Agropecuárias para bovinos de corte

O BPA-bovinos de corte é um conjunto de normas e procedimentos a serem adotados pelos produtores para tornar os sistemas de produção mais rentáveis e competitivos, assegurando a oferta de alimentos seguros provenientes de sistemas de produção sustentáveis. Trata-se de uma adequação do programa Global gap, da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), à realidade brasileira. No país, é liderado pela Embrapa, com o apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Existem três níveis de adequação dentro do programa, ouro, prata e bronze. A propriedade que consegue atender 100% dos itens obrigatórios e 80% dos recomendáveis atinge o nível ouro.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink