Embrapa Gado de Corte realiza dia de campo sobre ovino

Agronegócio

Embrapa Gado de Corte realiza dia de campo sobre ovino

Técnicas de manejo adequadas e estratégias de suplementação na seca são alguns dos assuntos
Por: -Janice
294 acessos

Técnicas de manejo adequadas e estratégias de suplementação na seca são alguns dos assuntos do 2º Dia de Campo de Ovinocultura a ser realizado na Fazenda Modelo – propriedade da Embrapa Gado de Corte, uma das Unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), localizada no município de Terenos, MS.

O evento será realizado no dia 28 de agosto (sexta-feira) das 8 às 14 horas nas instalações do Arranjo Produtivo Local (APL) de ovinocaprinocultura.

O dia de campo é dirigido a produtores, técnicos e agentes ligados ao setor que procuram pela troca de experiências e por informações atualizadas. A programação inclui apresentação de resultados de pesquisas relativos à suplementação na seca, cuidados sanitários ao nascimento do cordeiro, controle da verminose e rendimento comercial da carcaça ovina. O objetivo do evento é promover o desenvolvimento, a organização e a consolidação da ovinocultura no Mato Grosso do Sul como agronegócio e criar oportunidade de produção e renda.

Para o pesquisador Fernando Reis, líder do Núcleo Centro Oeste de ovinocaprinocultura e responsável técnico pelo evento, o crescimento no setor em Mato Grosso do Sul é uma realidade. Segundo ele, em 10 anos a produção cresceu 33%, ao passo que no Brasil, no mesmo período, o crescimento foi de 3%.
A ovinocultura de corte tem sido considerada uma boa alternativa para pequenos, médios e grandes produtores rurais da região. “Nosso foco hoje é aumentar o consumo da carne ovina e para isso estamos estudando genética, alimentação e sanidade”, diz Fernando.

No dia de campo será discutido um dos problemas que afeta o desenvolvimento e a saúde dos ovinos que é a verminose. Novos procedimentos de controle serão mostrados e discutidos com os participantes. Um dos problemas no controle dos vermes nos ovinos, segundo Fernando Reis, é o uso indiscriminado de produtos químicos que causa resistência dos vermes impedindo um tratamento mais efetivo. Esse assunto será apresentado pelos pesquisadores João Batista Catto da Embrapa Gado de Corte e pela professora Juliana Carrijo da Faculdades Anhanguera de Dourados.

Os interessados em participar do dia de campo estão livres de pagamento de taxa de inscrição e devem se dirigir no dia 28 de agosto até a sede da Embrapa Gado de Corte na BR 262, km 4 (saída para Aquidauana), às 7h30. A saída dos ônibus para a Fazenda Modelo, distante 20 km da sede, sairão às 7h45. As informações são da assessoria de imprensa da Embrapa Gado de Corte.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink