Embrapa lança tecnologias e apresenta novidades para o setor agropecuário na Expointer 2016

Agronegócio

Embrapa lança tecnologias e apresenta novidades para o setor agropecuário na Expointer 2016

Evento inicia no dia 27 de agosto
Por:
2336 acessos

Na 39ª edição da Exposição Internacional de Animais, Máquinas, Implementos e Produtos Agropecuários (Expointer 2016), o público poderá conhecer lançamentos da Embrapa para o setor agropecuário do país. As novidades da empresa, bem como outras tecnologias e serviços, estarão na Casa da Embrapa, dentro do Parque Estadual de Exposições Assis Brasil, em Esteio, entre os dias 27 de agosto e 4 de setembro. O lançamento oficial das cultivares de cereais, software, aplicativos para dispositivos eletrônicos e publicações da Embrapa ocorre no dia 28, às 10h.
 
Entre os destaques está o lançamento de quatro cultivares de cereais. A Embrapa Trigo (Passo Fundo/RS) desenvolveu e apresenta ao mercado três cultivares: os trigos BRS Reponte (grãos) e BRS Pastoreio (pasto e grãos) e a cevada BRS Quaranta (cevada cervejeira). Atualmente, mais de 90% da cevada cultivada no Brasil é proveniente do material genético da Embrapa, e a BRS Quaranta é uma cultivar de cevada cervejeira de duas fileiras de grãos, de alto rendimento e qualidade. O destaque é a resistência ao oídio, principal doença na cultura.
 
A cultivar de trigo BRS Reponte tem ciclo precoce, com elevado potencial produtivo e qualidade tecnológica para panificação, dando mais opções para os produtores deste cereal. Já o trigo de duplo propósito, destinado aos sistemas de produção leiteira da agricultura familiar, permite o pastejo dos animais na época de escassez de forragens (vazio outonal) e posterior colheita de grãos. A cultivar BRS Pastoreio é um trigo duplo propósito, desenvolvido para apresentar ausência de aristas (filamentos na espiga do trigo) que indicam a cultivar para silagem de planta inteira, sem riscos de ferir a mucosa animal durante a ingestão do alimento.
 
A Embrapa Clima Temperado (Pelotas/RS) vai lançar a variedade BRS 358, cultivar de arroz irrigado voltada à culinária japonesa e com foco em nichos de mercado especializados. A variedade apresenta rendimento industrial de grãos superior a 65%, peso médio de 23g para cada mil grãos e ciclo de 108 dias, sendo resistente à brusone da palha e da panícula, e à mancha parda e de grãos. Além disso, seus grãos são do tipo curto, sendo semelhantes aos do arroz Cachinho.
 
Com o objetivo de ajudar o produtor na tomada de decisões, serão lançados pela Embrapa três aplicativos eletrônicos. Desenvolvido pela Embrapa Pecuária Sudeste (São Carlos/SP) e pela Embrapa Informática Agropecuária (Campinas/SP), o aplicativo móvel digital Roda da Reprodução é uma ferramenta para apoiar o gerenciamento de rebanhos leiteiros. Disponível gratuitamente na internet permite monitorar de maneira simples o estado produtivo e reprodutivo de um rebanho. Uma série de informações geradas auxilia na identificação de animais com problemas reprodutivos, programação das coberturas, visualização da distribuição dos partos, proximidade da data de secagem das vacas, reconhecimento de animais com período de lactação curto e previsão de proximidade de retorno ao cio.
 
No âmbito do arroz, uma novidade é a disponibilização da ferramenta do GD Arroz via aplicativo para smartphones e tablets – ferramenta digital para auxiliar os produtores de arroz irrigado. Desenvolvido pela Embrapa Clima Temperado, o aplicativo ajuda a estimar a data de ocorrência da diferenciação da panícula (DP) e, assim, realizar a adubação nitrogenada em cobertura (ANC). A prática tem influência direta na produtividade da cultura e contribui para maior eficiência técnica e econômica.
 
Já a Embrapa Pecuária Sul (Bagé/RS) apresenta na feira o sistema PampaPlusNet, desenvolvido em parceria com a Associação Brasileira de Hereford e Braford e a empresa de consultoria WebRural. O sistema tem como objetivo agilizar o cadastramento das informações dos animais das raças Hereford e Braford e o envio dessas ao setor de registro genealógico e ao programa de avaliação genética oficial da ABHB – o programa PamPaplus. Dessa forma, o criador pode cadastrar e acessar as informações dos animais, registrados ou não, de qualquer computador, tablete ou smartphone que possua acesso à internet.
 
Durante a Expointer, a Embrapa Pecuária Sul lançará também processos agroindustriais para produtos cárneos ovinos: presunto ovino curado tipo espanhol (defumado ou não), presunto ovino curado tipo norueguês (defumado ou não), copa ovina (defumada ou não), copa ovina defumada winery, copa ovina defumada brewery e linguiça ovina light. Esses processos são fruto de um projeto de aproveitamento integral da carcaça e dos componentes não-carcaça de ovinos, valorizando também a utilização de animais de diferentes categorias, como borregos, cordeiros e ovelhas de descarte. Esses processos serão posteriormente repassados a agroindústrias, contribuindo para aumentar a renda de produtores e fortalecer a cadeia produtiva da ovinocultura.  
 
Duas publicações estão na lista de lançamentos na Expointer. O Catálogo de Soluções Tecnológicas da Embrapa Pecuária Sul tem como objetivo principal qualificar e ampliar o atendimento da unidade aos seus clientes e parceiros. Na publicação estão detalhadas as principais tecnologias, produtos e serviços desenvolvidos nos últimos anos em áreas como bovinocultura de corte, ovinocultura, bovinocultura de leite e forrageiras. A Embrapa Clima Temperado apresenta o livro “Oliveira: aspectos técnicos e cultivo no sul do Brasil”, que traz informações para estimular uma cultura com potencial para se tornar expressiva no país em médio e longo prazo. A publicação agrega dados da oliveira no mundo e no Brasil, com capítulos dedicados ao clima, solos, zoneamento edafoclimático para o Rio Grande do Sul, cultivares, propagação, instalação do olival, poda, doenças, pragas, colheita, custos de implantação e manutenção do olival e produção integrada de oliveiras.
 
A Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia (Brasília/DF) desenvolveu uma tecnologia que pode auxiliar produtores de soja e de arroz no combate a um dos piores inimigos dessas culturas no país: os percevejos. Trata-se da utilização de semioquímicos (feromônios) para monitorar e controlar esses insetos nas lavouras, reduzindo o uso de defensivos químicos. Na Expointer 2016, serão anunciados dois resultados em benefício dos produtores de soja e de arroz no Brasil. No caso da soja, trata-se do licenciamento da tecnologia de feromônios para a empresa ISCA Tecnologias Ltda., que vai disponibilizá-la para o setor produtivo. No caso do arroz, será o lançamento dessa tecnologia para controlar o percevejo-do-colmo (Tibraca limbativentris), uma das piores pragas dessa cultura no país porque suga a seiva nos colmos (caules) das plantas, diminuindo a produção de grãos e causando perdas na produção de até 80%. O inseto ocorre na maioria das regiões produtoras de arroz do Brasil e é nocivo aos diferentes sistemas de cultivo, tanto irrigados (terras baixas) como de sequeiro (terras altas).
 
Além dos lançamentos, a Embrapa apresenta também tecnologias já disponíveis para os produtores. A Embrapa Uva e Vinho (Bento Gonçalves/RS) leva para a feira o Suquificador Integral, equipamento criado para ajudar pequenos produtores de uva do país. Desenvolvido em parceria com a empresa Monofrio, o equipamento possibilita a produção de suco de uva em um processo em que não há acréscimo de água. Já a Embrapa Suínos e Aves (Concódia/SC) leva para a Expointer um pacote de cinco aplicativos para smartphones e web, que atendem demandas de custos, sanidade animal e nutrição, entre outros. Os visitantes também poderão conhecer um protótipo em escala reduzida do abatedouro móvel para suínos, lançado na Expointer do ano passado. A Embrapa Produtos e Mercado (Brasília/DF) participa do evento na promoção de tecnologias, processos, produtos e serviços da Empresa em exposição na Casa da Embrapa.
 
A Embrapa Soja (Londrina/PR) também estará presente na Expointer, apresentando tecnologias relacionadas ao manejo da oleaginosa. Um dos temas abordado é a ferrugem-asiática da soja, a doença mais severa da cultura. Durante o evento, serão demonstradas folhas de soja infectadas pela ferrugem em três estágios diferentes e será distribuído um folder com informações sobre o Consórcio Antiferrugem e uma publicação sobre a eficiência de fungicidas para controle da ferrugem asiática da soja. Outro apresentado é o Manejo Integrado de Pragas, um conjunto de tecnologias baseado na amostragem de pragas e no monitoramento da lavoura para a tomada de decisão com relação ao controle de pragas. A Embrapa vai distribuir, durante o evento, um comunicado técnico sobre inimigos naturais de Helicoverpa armigera em soja. A Embrapa também irá apresentar informações sobre a Fixação Biológica do Nitrogênio. Esse nutriente é o mais requerido pela cultura e pode ser obtido gratuitamente na natureza, por meio de algumas bactérias do gênero Bradyrhizobium (rizóbios).
 
Palestras e minicursos - A Embrapa promove um conjunto de palestras em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento-MAPA, com conteúdos técnicos relacionados à produção agropecuária, além de dois minicursos na cozinha experimental de culinária com butiá e molho de pimenta.
 
Serviço:
Evento: 39ª edição da Expointer
Data: de 27 agosto a 4 de setembro de 2016 – das 8 às 18h
Local: Parque Estadual de Exposições Assis Brasil - BR 116 – Km 13 - Esteio - RS
Contato: Assessoria de Imprensa da Embrapa no evento com Elizabete Antunes (61) 9121-3601 e Fernando Goss (53) 9995-7049/8125-7097
https://www.embrapa.br/expointer
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink