Embrapa Mandioca e Fruticultura marca presença na Tecnoshow Comigo

Agronegócio

Embrapa Mandioca e Fruticultura marca presença na Tecnoshow Comigo

Tecnologias vão ser apresentadas na Casa da Embrapa, que vai reunir outras nove Unidades
Por: -Léa Cunha
915 acessos
A Embrapa Mandioca e Fruticultura (Cruz das Almas – BA), Unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, vinculada ao Mapa, leva para a Tecnoshow Comigo 2012, em Rio Verde/GO, de 9 a 13 de abril, diversas tecnologias da fruticultura e da cultura da mandioca.


Atendendo ao Programa de Agricultura de Baixo Carbono (ABC), que pretende aliar produção de alimentos e bioenergia à redução dos gases de efeito estufa, as tecnologias vão ser apresentadas na Casa da Embrapa, que vai reunir outras nove Unidades.

A mandioca está representada pelos beijus (ou tapiocas) que, tradicionalmente brancos, ganham novas cores, cheiros, sabores e nutrientes quando a água utilizada é substituída por polpa de frutas ou extrato de hortaliças. Avaliações mostram que os consumidores preferem os sabores de beterraba, cebola, abacaxi, goiaba e maracujá, que estarão disponíveis para degustação durante a Tecnoshow Comigo.

Abacaxi

Uma tecnologia passível de adoção na região de Goiás é a Produção Integrada (PI), sistema de cultivo alternativo ao modelo convencional. Os produtos são certificados por empresas que realizam auditorias nas propriedades e o selo tem a chancela oficial do Mapa e do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro). “As frutas da PI são provenientes de pomares com as mais modernas técnicas de produção em obediência às boas práticas agrícolas e com grande preocupação à preservação do meio ambiente e da saúde do trabalhador rural”, explica o pesquisador José Eduardo Borges. O vizinho estado do Tocantins tem diversas propriedades de abacaxi que aderiram à PI, sob a liderança da Embrapa Mandioca e Fruticultura.


Resistente à fusariose, a doença mais grave da cultura, a cultivar de abacaxi ‘BRS Imperial’ destaca-se pela ausência de espinhos nas folhas, o que facilita a colheita e o armazenamento dos frutos. A utilização de cultivares resistentes à fusariose, como a ‘BRS Imperial’, pode contribuir para o aumento da produtividade ao reduzir o custo de produção, pois serão eliminadas de quatro a seis pulverizações com fungicidas para o controle preventivo da doença.

De casca de cor amarela na maturação, o Imperial pesa em torno de 1,6 kg (incluindo a coroa), o que tem agradado aos consumidores. Sua polpa é amarela, com elevado teor de açúcares, acidez moderada e excelente sabor. Os frutos podem ser destinados para o mercado de consumo in natura e para industrialização.


Banana e citros

O público também vai conhecer variedades de banana ‘BRS Tropical’ e ‘BRS Caipira’, do tipo Maçã, ‘BRS Pacovan Ken’, ‘BRS Preciosa’ e ‘BRS Japira’, do tipo Prata. Todas são resistentes e/ou tolerantes às Sigatokas negra e amarela e ao mal-do-Panamá, as principais doenças da cultura.

Na citricultura, várias pesquisas vêm sendo desenvolvidas para se estabelecer um controle eficaz das pragas, com menores impactos para o meio ambiente, destacando-se nesse contexto o controle biológico. Uma delas utiliza o parasitoide Ageniaspis citricola no combate ao minador das folhas dos citros, considerado uma das pragas de maior importância para a citricultura mundial. Demonstrado no estande da Embrapa no evento, o ‘kit Ageniaspis’ pode ser montado pelo próprio produtor.


Outra técnica que será demonstrada na Casa da Embrapa é o uso de leguminosas como coberturas vegetais para o controle de plantas daninhas na cultura de citros. Relativamente simples e de baixo custo, é um tipo de manejo que pode ser usado em praticamente qualquer região do país. “A produtividade dos pomares aumenta em quase 50%, a qualidade dos frutos melhora muito, o produtor vende por um preço melhor e ainda consegue economizar no controle das plantas daninhas”, afirma José Eduardo Borges.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink