Embrapa promove Dia de Campo sobre clone Embrapa 51

Agronegócio

Embrapa promove Dia de Campo sobre clone Embrapa 51

Cultivar mostrou desempenho bastante satisfatório durante estiagem
Por:
1508 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

A Embrapa Agroindústria Tropical promove nesta quinta-feira, dia 17, o Dia de Campo sobre o clone de cajueiro-anão Embrapa 51, no município de Severiano Melo (RN), no Sítio Baixa Funda, de propriedade do senhor Francisco Delfino, das 8 às 13h horas. O clone Embrapa 51 foi lançado para plantio comercial em cultivo de sequeiro no Semiárido. Além de ser resistente à resinose, uma das principais doenças que afeta a espécie, nos últimos anos a cultivar tem se mostrado bastante resistente à estiagem. Outra vantagem é que a safra ocorre quase sem interrupções, porque as etapas de desenvolvimento do fruto ocorrem simultaneamente.

O plantio do clone Embrapa 51 vem provendo renda a produtores do Rio Grande do Norte em meio a um período em que muitas plantas morreram ou perderam consideravelmente sua capacidade de produção.

O clone apresenta como características plantas de porte baixo, com altura média de 3,5m no sexto ano de idade. No quinto ano, sua produtividade média é de 1.510 kg de castanha por hectare. Dependendo da localidade, a safra varia entre julho e novembro.

O Embrapa 51 apresenta-se como uma alternativa promissora à cajucultura, que cada vez mais se vê ameaçada pela falta de chuvas no Semiárido.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink