Embrapa realiza hoje nova paralisação

Agronegócio

Embrapa realiza hoje nova paralisação

No Paraná, a estimativa é que os funcionários de duas das três unidades instaladas no Estado acompanhem o movimento
Por:
2 acessos

Funcionários da Embrapa de todo o Brasil realizam hoje mais uma paralisação para reivindicar junto ao governo federal que negocie o reajuste salarial solicitado pela categoria. No Paraná, a estimativa é que os funcionários de duas das três unidades instaladas no Estado acompanhem o movimento. A última proposta do governo, de 4,5% de aumento, não agradou aos funcionários, que pedem 12%. Em Brasília, os servidores vão distribuir abacaxi em frente à Esplanada dos Ministérios. “Vamos devolver o que estão querendo nos dar”, justifica a presidente da Seção Sindical Florestas, em Colombo, Vera Lúcia Eifler.

Este é o segundo dia que os funcionários param as atividades, em pouco mais de um mês. No início de junho, quando também realizaram o protesto, o governo acenava com proposta de 3% de reajuste. A categoria não aceitou e, posteriormente, vieram os 4,5%. “Os empregados recusaram de imediato. Por isso vamos fazer mais um dia de paralisação”, afirma o presidente da Seção Sindical Soja, em Londrina, Antônio Carlos Mendes.

Os funcionários aguardam até o final deste mês por um novo posicionamento do governo, que na semana passada solicitou trinta dias para tentar melhorar a proposta. “Se até lá não chegarem próximo ao que o sindicato deseja, vai ser ajuizado o dissídio coletivo junto ao Tribunal Superior do Trabalho (TST)”, adianta o sindicalista. A expectativa é que o governo acene com pelo menos 7% ou 8% de reajuste para nova negociação.

Movimento:

Os 180 funcionários da segunda maior unidade paranaense da Embrapa, em Colombo, não aderem à paralisação de hoje. A presidente da seção sindical, Vera Lúcia Eifler, diz que, apesar de apoiar o movimento, entende que não é o momento para isso. A unidade de Ponta Grossa, onde atuam 16 funcionários, também deve parar hoje. Em todo o País, a expectativa é que a maior parte dos 8.500 funcionários da empresa em suas 41 unidades participe do movimento.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink