Empaer confirma tendência de queda na produção da soja em Nova Mutum (MT)

Agronegócio

Empaer confirma tendência de queda na produção da soja em Nova Mutum (MT)

Por:
1 acessos

O município de Nova Mutum, no Mato Grosso, foi um dos produtores do Nortão que mais foi prejudicado com a escassez de chuvas no início do plantio. De acordo com Vivaldo Pedro da Silva, chefe da Empaer, algumas propriedades tiveram até 30 dias de estiagem, o que atrasou bastante o plantio. "Ainda não me reuni com o secretário de Agricultura para uma análise mais aprofundada, mas posso adiantar que é esperada uma queda na produção em função das chuvas", disse ele.

A previsão da Secretaria Municipal de Agricultura, mesmo antes mesmo do início do plantio, era de uma área de 410 mil hectares, 60 mil a mais que a safra 2003/04. Logo essa previsão foi reduzida para cerca de 400 mil hectares cobertos com soja. “Não tenho um número exato de área plantada nesta safra mas em conversas que tive com alguns técnicos com certeza a área não passa de 400 mil hectares, vai ficar abaixo disso”, assegurou o secretário Francisco Moraes Filho.

A escassez das chuvas pode comprometer o desenvolvimento das plantas e a perspectiva de produtividade de 55 sacas por hectare pode não se concretizar.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink