Empresa aprimora técnica de utilização da uréia

Agronegócio

Empresa aprimora técnica de utilização da uréia

A uréia com cápsula de polímero foi recentemente disponibilizada no país pela Alltech
Por: -Redação
2 acessos

A uréia com cápsula de polímero, nova tecnologia de liberação controlada do produto, foi recentemente disponibilizada no país pela Alltech. Segundo a empresa, a uréia é recoberta por um polímero biodegradável (espuma de poliuretano), com o objetivo de possibilitar a liberação controlada da uréia no rúmen.

Desenvolvida primeiramente nos EUA, em 1975, a amiréia, originalmente denominada starea, consiste na combinação de grãos de cereais e uréia, num processo de extrusão, em que o calor e a pressão gelatinizam o amido. Essa tecnologia foi concebida pelos americanos com o objetivo de liberar de forma sincronizada no ambiente ruminal o amido e a uréia. O produto ganhou novo conceito no Brasil em 1985, na Universidade Federal de Lavras. “Diferente da starea, que visava à substituição do farelo de soja nas rações, a amiréia caminhou para a substituição da uréia na forma original”, explica Reginaldo Nassar.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink