Empresa doa mais de mil hectares de floresta
CI
Imagem: Divulgação
MEIO AMBIENTE

Empresa doa mais de mil hectares de floresta

Área pode ser usada para que proprietários rurais compunham sua Reserva Legal
Por:

Numa ação inédita na iniciativa privada, a Mata Nativa Br, empresa especializada no mercado de preservação fez uma doação de uma área de 1.197 hectares de floresta para a ampliação do Parque Estadual Carlos Botelho, que abrange partes dos municípios de Capão Bonito, São Miguel Arcanjo e Sete Barras na região sudeste do Estado de São Paulo.

A Fazenda Ribeirão da Serra, inserida na Área de Proteção Ambiental da Serra do Mar, contígua à porção sul do parque, é composta por Mata Atlântica, um dos biomas de maior diversidade biológica do planeta. Com a incorporação, a área do Parque Estadual de Carlos Botelho passa a somar um total de 38.841,39 hectares.

Na área foram identificadas 171 espécies arbóreas e arbustivas pertencentes a 45 famílias botânicas diferentes, 57 espécies herbáceas pertencentes a 27 famílias diferentes e, das 79 espécies de mamíferos com ocorrência registrada no Parque, 12 foram encontradas na Fazenda. Entre os animais estão macaco-prego, anta e onça pintada.

“Essa é uma área muito importante para a preservação da biodiversidade e que funciona como uma verdadeira caixa d’água para evitar que haja inundações em Sete Barras, então há uma importante regulação hídrica. O mecanismo de ampliação de unidade de conservação mediante doação de área gerando créditos de compensação de reserva legal constitui importante inovação em prol da da conservação da Mata Atlântica", afirmou Rodrigo Levkovicz, diretor executivo da Fundação Florestal, instituição criada com o objetivo de conservar, manejar e ampliar as florestas de produção e as Unidades de Conservação do Estado de São Paulo.

Em prol da sustentabilidade

Adquirida em 2012, a Fazenda Ribeirão da Serra compunha as áreas de Reserva Legal de propriedades rurais, dentro do mesmo bioma, através de procedimento de compensação ambiental, fechando com isso, um ciclo sustentável. Em 2015, com a promulgação da Lei Estadual nº 15.684/15 e a abertura de Cotas de Reserva Ambiental, surgiu a possibilidade de doação da propriedade ao Parque Estadual Carlos Botelho para sua ampliação.

“A anexação da Fazenda Ribeirão da Serra ao Parque Carlos Botelho externa o sucesso da parceria público/privado em prol de um meio ambiente sustentável. Com a ampliação dessa importante Unidade de Conservação do Estado de São Paulo, ganham o meio ambiente e a sociedade, que tem a garantia da perpetuidade de manutenção de um importante fragmento do Bioma de Mata Atlântica”, afirma José Augusto de Sousa Junior, CEO da Mata Nativa Br, antigo proprietário da Fazenda Ribeirão da Serra.

Além de ser uma importante ação para o presente e para futuras gerações, vale ressaltar que, agora, proprietários rurais podem compor sua área de Reserva Legal dentro de um Parque Estadual. “É a evidência de que existem meios legais, técnicos e financeiramente viáveis de se manter as florestas vivas, cumprindo as suas funções ecológicas”, diz Sousa Junior.

O processo inédito de doação da Fazenda Ribeirão da Serra, analisada pela Fundação Florestal, consolida o compromisso da Mata Nativa Br, reconhecida por sua experiente equipe técnica com intensa vontade de criar projetos florestais sustentáveis. São mais de duas décadas de história de sólida evolução, com impactos positivos para o setor ambiental.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.