Empresas de SC preocupadas com legislação da Mata Atlântica
CI
Imagem: Marcel Oliveira
MEIO AMBIENTE

Empresas de SC preocupadas com legislação da Mata Atlântica

Setor entende que a decisão é mais do que uma decisão jurídica
Por: -Leonardo Gottems

O Conselho das Federações Empresariais de Santa Catarina (COFEM) se reuniu nessa semana e debateu, entre outros quesitos, a legislação para a Mata Atlântica, que preocupa o setor. Os membros ações para reforçar o posicionamento favorável à aplicação do Código Florestal às áreas de Mata Atlântica, assunto que está em discussão no Supremo Tribunal Federal (STF). 

No entanto, a corte avalia neste momento se para o bioma deve ser aplicada a Lei da Mata Atlântica (Lei 11.428/2006) ou o Código Florestal (Lei 12.651/2012). “A preocupação é com os fortes impactos sobre a atividade econômica em estados como Santa Catarina, caso prevaleça a Lei da Mata Atlântica, pois ela não admite o instituto das áreas consolidadas, que reconhece realidades estabelecidas ao aplicar a lei ambiental. É o caso, por exemplo, de cidades situadas na beira de rios”, informou a Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina, por meio de sua assessoria de imprensa. 

Para o COFEM, mais do que uma questão jurídica, trata-se de um tema estratégico para o desenvolvimento sustentável. Por isso, exige a atenção de toda a sociedade, porque acredita que a decisão do STF pode inviabilizar a produção integrada da agroindústria catarinense e segmentos como o de base florestal. 

“Na reunião desta terça, o COFEM também avaliou a retomada da agência de atração de investimentos Investe SC, que está sendo discutida com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável e com a Secretaria de Assuntos Internacionais. Até 2019, a agência foi mantida numa parceria entre o governo no estado e a FIESC. Neste momento, a ideia é trazer os demais setores econômicos, por meio do COFEM, buscando investimentos que possam complementar as cadeias estabelecidas em Santa Catarina”, completa a nota. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink