Empresas gaúchas participam de leilões de biodiesel

Agronegócio

Empresas gaúchas participam de leilões de biodiesel

Oleoplan, Brasil Ecodiesel, Bsbios e Granol devem participar como vendedoras nos próximos leilões que serão promovidos pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP)
Por:
292 acessos

As empresas Oleoplan, Brasil Ecodiesel, Bsbios e Granol devem participar como vendedoras nos próximos leilões de biodiesel que serão promovidos pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). As três primeiras companhias já inauguraram suas usinas nos municípios de Veranópolis, Rosário do Sul e Passo Fundo e a Granol finaliza a construção de sua planta em Cachoeira do Sul.

Estão previstos quatro leilões de biodiesel até o final do ano. Os dois primeiros serão realizados na primeira quinzena de novembro. O volume a ser adquirido será de aproximadamente 800 milhões de litros, equivalentes a 2% da mistura de biodiesel no diesel. Desse total, cerca de 640 milhões de litros serão oferecidos por empresas com selo social e aproximadamente 160 milhões por empresas que não têm o selo.

O selo é concedido a empresas que promovam a inclusão social e o desenvolvimento regional por meio de geração de emprego e renda para os agricultores familiares enquadrados nos critérios do Pronaf. O biodiesel desses dois leilões será destinado ao mercado de B2 (mistura obrigatória de 2% no diesel consumido no Brasil a partir de 1 janeiro de 2008).

Em dezembro, também na primeira quinzena, serão realizados outros dois leilões destinados ao mercado BX (misturas acima de 2%), de modo a permitir o aumento do percentual de 2%. O volume desses dois leilões ainda será definido pela ANP. As plantas que não conseguirem vender biodiesel no leilão poderão comercializar o seu produto para empresas com frota cativa.

O presidente da União Brasileira do Biodiesel (Ubrabio), Odacir Klein, acredita que várias empresas participarão dos leilões. "Não serão verificados problemas quanto ao atendimento da demanda, já que há oferta suficiente para o volume que será encomendado", diz Klein. O presidente da Ubrabio relata que cerca de 75% do biodiesel que será vendido nos leilões será produzido a partir da soja. O diretor da Oleoplan, Marcos Merlin Boff, informa que a companhia tem autorização para participar dos leilões deste final de ano com até 100 milhões de litros. A empresa tem contrato de venda, acertado em leilões anteriores, para fornecer 10 milhões de litros de biodiesel em 2007.

A Bsbios já garantiu em leilões a venda de 60 milhões de litros de biodiesel neste ano. O diretor-comercial da Bsbios, Erasmo Carlos Battistella, destaca que a unidade de Passo Fundo tem capacidade para produzir até 110 milhões de litros do combustível ao ano. Battistella afirma que a companhia aguarda a publicação do edital do leilão para definir quanto será ofertado.

A Brasil Ecodiesel participará do próximo leilão da ANP em novembro, mas a empresa ainda discute internamente de que forma disponibilizará a venda dos volumes de biodiesel entre as suas unidades. Com capacidade de produção de 120 milhões de litros do biocombustível por ano, a fábrica de Rosário do Sul já entregou cerca de 8,5 milhões litros de biodiesel à Petrobras em aproximadamente três meses de operação. Segundo a ANP, a Brasil Ecodiesel foi responsável por 62% do total de biodiesel produzido em todo o País no mês de setembro.

O crescimento da oferta de biodiesel no mercado nos próximos meses permitirá ao governo antecipar em três anos - de 2013 para 2010 - a meta de adicionar 5% do biocombustível ao diesel convencional, diz o diretor-geral da ANP, Haroldo Lima. "Com esses dois leilões (que serão realizados em novembro), estabeleceremos o nível de garantia e de segurança para a efetivação da meta de 2% a partir de janeiro de 2008", ressalta Lima. Em dezembro, a ANP pretende fazer ainda mais dois leilões. A agência ainda não definiu o volume a ser ofertado, mas Lima estima que a quantidade esteja entre 700 milhões e 800 milhões de litros.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink