Empréstimos para safrinha caíram em 23% no MS

Agronegócio

Empréstimos para safrinha caíram em 23% no MS

Os empréstimos de recursos através do BB para financiar a safrinha em MS diminuíram em 23% este ano
Por:
2 acessos

Os empréstimos de recursos através do Banco do Brasil para financiar a safrinha em Mato Grosso do Sul diminuíram em 23% este ano em relação à 2004. O gerente de agronegócios da superintendência estadual do Banco do Brasil, Loureno Budke, afirma que os números estão sendo fechados em cerca de R$ 100 milhões contratados para esta safra de inverno, em 90% dos casos para financiar lavouras de milho.

No ano passado foram R$ 130 milhões. Quase que a totalidade de contratações é do chamado crédito misto. Metade tem taxa de juros eqüalizada, a 8,75% e o restante oscila entre 15% a 18%. “As contratações foram menores que no ano passado, mas em função de todo o problema de seca achamos que foi um desempenho excelente”, afirma o gerente.

As perdas na soja por conta da estiagem são de cerca de 20%, segundo calcula o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o que significaria prejuízo de algo em torno de R$ 600 milhões de prejuízo. Já o milho pode ter sofrido 60% de perda devido ao estresse hídrico ocorrido logo após o plantio. Esse cenário seria o responsável pela queda na procura do crédito pelo produtor que, desanimado, estaria receoso em tomar empréstimo e depois não poder honrar a dívida.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink