Energisa investe R$ 2,7 mi em linha de alta tensão na região Norte de Mato Grosso

Agronegócio

Energisa investe R$ 2,7 mi em linha de alta tensão na região Norte de Mato Grosso

Postes de madeira que compõe a linha de alta tensão entre Sinop e Feliz Natal estão sendo substituídos por postes de concreto pela distribuidora de energia Energisa
Por:
276 acessos

Postes de madeira que compõe a linha de alta tensão entre Sinop e Feliz Natal estão sendo substituídos por postes de concreto pela distribuidora de energia Energisa. Na primeira etapa da obra R$ 2,7 milhões foram investidos. Foram substituídas 168 estruturas.

O objetivo, segundo a distribuidora, é modernizar e proporcionar uma melhoria da qualidade da energia distribuída aos moradores da região.

A etapa de substituição dos postes duplos de madeira por estruturas de concreto foi considerada a mais crítica e ocorreu em setembro. Na ocasião 168 estruturas foram substituídas sem que houvesse a interrupção do fornecimento de energia elétrica.

Nesta primeira etapa R$ 2,7 milhões foram investidos pela Energisa. A previsão é que a segunda e terceira etapa seja executadas em 2017 e 2018, quando todos os 133 quilômetros de extensão da linha terão apenas estruturas de concreto. 

Atualmente, todos os postes entre Sinop e Santa Carmem já são de concreto. De acordo com a Energisa, já no trecho entre Santa Carmem e Vera 36% dos postes já foram substituídos e entre Vera e Feliz Natal 13%.

A energia só não foi interrompida, durante a substituição dos postes, visto a Energisa ter alugado e instalado em Feliz Natal uma usina térmica com capacidade de 18 MVA. A empresa utilizou ainda uma subestação móvel para dar mais segurança à ação.

“Não é possível fazer toda a troca de uma só vez, pois a linha é muito extensa. Também não é viável trabalhar com a linha energizada neste caso. Por isso fizemos um planejamento que buscou a realização da obra, que é muito necessária, porém sem desligamentos prolongados de energia”, explica gerente de Manutenção de Subestações e Linhas de Alta Tensão da Energisa Mato Grosso, Luciano Vogel.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink