Entenda como polímeros podem proteger sementes de milho
CI
Imagem: Nadia Borges
TRATAMENTO

Entenda como polímeros podem proteger sementes de milho

Sementes são bastantes sensíveis às perdas da película do TS em processos abrasivos
Por: -Aline Merladete

 São grandes os desafios em tratamento de sementes (TS) de milho. As sementes são bastantes sensíveis às perdas da película do TS em processos abrasivos. Neste cenário, há uma dificuldade maior de recobrimento das sementes e, por fim, uma dificuldade operacional para ensacar as sementes tratadas em plantas maiores de tratamento de sementes (TSI).

Emanuel Soto, coordenador de pesquisa da Laborsan Agro, explica que os processos abrasivos a que essas sementes de milho tratadas são expostas, podem começar desde a saída da máquina de TS,  se estendendo na armazenagem, transporte e semeadura. "O recobrimento das sementes deste cereal que já é um desafio maior se comparado às sementes de outras culturas, juntando com perdas em abrasão, poderá ficar ainda mais prejudicado. Da mesma forma a fluidez operacional (ensaque) no TS de milho com altos volumes de calda, pode potencializar perdas por abrasão nas sementes ainda úmidas, que vem do atrito entre sementes e com a estrutura do TS", acrescenta o coordenador de pesquisa da Laborsan Agro.

Dentro deste contexto, se destaca fortemente Labfix M1, uma linha de polímeros para tratamento de sementes de milho da Laborsan Agro, que traz segurança às sementes tratadas.

Segundo Emanuel Soto, o Labfix M1 confere uma maior resistência à abrasão da película de TS de milho. "Perdas essas que podem ser em forma de poeira ou em partículas maiores desprendidas", pontua.

A solução da Laborsan Agro se destaca também pelo melhor recobrimento das sementes e maior fluidez/secagem das sementes tratadas. Emanuel Soto ressalta que "esses benefícios trarão resultados visuais e operacionais, facilitando o ensaque no TSI de milho".

O coordenador de pesquisa da Laborsan Agro alerta que é essencial ter a película de tratamento de semente bem preservada para ter os resultados esperados. "Isso potencializará a ação de defensivos, bioestimulantes, inoculantes e outros produtos trabalhados no TS. Torna-se necessária, então, a proteção adicional oferecida pelo Labfix M1", finaliza Soto.

A linha Labfix M1 já conta com 4 (quatro) polímeros, de cores variadas. Para aumentar ainda mais os ganhos, utilize também os pós secantes Labsec Superfluid da Laborsan Agro. 

*informações da assessoria de imprensa.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink