Entenda o fenômeno que escureceu o céus
CI
Imagem: Foto Edemir Rodrigues
TEMPESTADE DE POEIRA

Entenda o fenômeno que escureceu o céus

Escurecimento foi em decorrência da passagem de uma tempestade de poeira também chamada de Haboob
Por: -Aline Merladete

No dia 26/09 um fenômeno que escureceu os céus surpreendeu os moradores de Franca, interior do estado de São Paulo. Este escurecimento foi em decorrência da passagem de uma tempestade de poeira também chamada de Haboob. A partir desta data, outras localidades no interior do país registraram o fenômeno, nos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Goiás. 

De acordo com um levantamento realizado pela equipe Agrotempo, em pelo menos 29 municípios houve o registro de tempestades de poeira. Sendo os eventos registrados nos dias 29 de Setembro, 01, 03, 04, 14 e 15 de Outubro, com os maiores números de ocorrências entre os dias 14 e 15 de Outubro.

O estado de SP é a região com o maior número de localidades atingidas. Os registros foram vistos em Olímpia, Barretos, Ribeirão Preto, Franca, Presidente Epitácio, Araçatuba, Guaíra, Catanduva , São Carlos,  Dracena,  Batatais, Pirassununga, São Joaquim da Barra, Pitangueiras, Sertãozinho, Serrana, Brodowski, Jardinópolis e Colômbia. Já no Mato Grosso do Sul, os municípios de Corumbá, Campo Grande, Dourados, Rio Brilhante, Miranda, Ponta Porã e Dois Irmãos do Buriti registraram este tipo de tempestade. Em Minas Gerais e Goiás as tempestades foram vistas em Frutal - MG, Senador Canedo - GO e também em Goiânia - GO.

O que causa tempestades de poeira?

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), as tempestade de poeira (ou nuvens de poeira) é resultado de alguns fatores:

Período seco com estiagem prolongada; Baixa cobertura vegetal; Solo nu na região que já se prepara para o plantio que começa na Primavera; Temperaturas elevadas; Aproximação de uma tempestade, nesse caso no estado de São Paulo, com ventos muito fortes, favorecendo a suspensão das partículas na superfície do solo.

Com a chegada da Primavera, logo após um longo período de estiagem, ocorrem as primeiras tempestades. Como a chuva nesse período ainda não é regular o suficiente para amenizar a condição do solo, esse fenômeno se torna comum.

Quando a chuva chega, os ventos aceleram (formando uma corrente descendente ou frente de rajada) e ao encontrar uma área mais quente, seca e com muita poeira, formam a nuvem.

Como está a previsão das chuvas para os próximos dias

De acordo com a projeção do modelo norte americano GFS, a tendência para os próximos 10 dias aponta para a manutenção das chuvas no corredor noroeste-sudeste do país. Com perspectivas de volumes próximos aos 200 mm entre o sul de MG e norte de SP. De maneira geral, as chuvas ficam bem distribuídas sobre o Brasil, apenas no nordeste do nordeste e RS a tendência mantém baixos volumes de chuvas. 
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.