Entidades debatem sobre bioenergia em evento do setor sucroenergetico

Agronegócio

Entidades debatem sobre bioenergia em evento do setor sucroenergetico

Começa hoje (12/09) o 1º Congresso de Bioenergia de Mato Grosso e 3º Congresso do Setor Sucroenergético do Brasil Central.
898 acessos

Começou nesta segunda-feira (12/09) o 1º Congresso de Bioenergia de Mato Grosso e 3º Congresso do Setor Sucroenergético do Brasil Central – Canacentro, no Cenarium Rural, em Cuiabá. O evento é uma realização do Sistema Famato/Senar e da Aprosoja e segue até quarta-feira (14).  De acordo com a organização, o objetivo é levar conhecimento sobre o tema ao grande público, promovendo o debate e mostrando o potencial de investimento que Mato Grosso pode alcançar nos próximos anos com a produção de bioenergia.
 
Para isso, estarão reunidos especialistas do setor bioenergético, produtores rurais e público em geral que vão participar de palestras e painéis com sete temas centrais: biodiesel, geração de energia elétrica, etanol de milho, reflorestamento, setor sucronergético, políticas públicas e mercado.
 
“O BioenergiaMT quer apresentar alternativas de renda e emprego a partir da produção de energia. Mato Grosso é o estado que mais produz milho no Brasil. Então por que não aproveitar este produto gerando, por exemplo, etanol e agregar valor a nossa produção? Esse é um dos debates que serão apresentados no evento. Outros pontos que merecem destaque são a produção e consumo de biodiesel em Mato Grosso, a produção de energia a partir do sol e do biogás. Será um debate muito interessante que promete nortear as discussões do setor na próxima década no estado”, afirma o presidente do Sistema Famato/Senar, Rui Prado.
 
O evento terá início às 18h, com o credenciamento, e a partir das 19h terá início a solenidade de abertura e a palestra da noite com o tema “Visão estratégica da energia em termos globais: tendências de mercado, tecnologia e políticas públicas”, com o pesquisador da Embrapa Soja e membro do Painel Internacional de Energia da Academia Internacional de Ciências, Décio Gazzoni.
 
Para o produtor rural em Nova Xavantina e presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Endrigo Dalcin, será a oportunidade de se discutir a otimização na produção primária de Mato GrossO.
 
“O Congresso de BioenergiaMT é fundamental para fomentar e ampliar as discussões sobre novos combustíveis. Precisamos incentivar a utilização de combustíveis ecologicamente corretos. Além disso, produzir combustíveis e/ou energia tendo como base os cereais (milho, especialmente) aqui no Estado irá gerar emprego, renda e verticalizar a nossa produção primária”.
 
A programação completa do Congresso está no site: www.sistemafamato.org.br.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink